Tragédia no centro de São Paulo
São Paulo Primeiro corpo encontrado é de homem que resgatou vítimas

Primeiro corpo encontrado é de homem que resgatou vítimas

O R7 confirmou com exclusividade: o primeiro corpo localizado nos destroços é de Ricardo Pinheiro. Impressão digital determinou identificação

Corpo é retirado dos escombros nesta sexta-feira (4)

Corpo é retirado dos escombros nesta sexta-feira (4)

Edu Garcia/R7

O primeiro corpo encontrado no início da tarde dessa sexta-feira (4) nos escombros do edifício Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandu, no centro de São Paulo, é de Ricardo Pinheiro, o homem que ajudou no resgate de vítimas.

Ele foi identificado através da confirmação das impressões digitais pelo IRGD (Instituto de identificação da Polícia Civil).

Ricardo Pinheiro foi a primeira vítima oficialmente considerada desaparecida na tragédia do Largo do Largo do Paissandu. O morador desapareceu em meio ao desabamento e às chamas do edifício e não pode ser resgatado a tempo. 

Os bombeiros trabalham com a possibilidade de seis desaparecidos. Na quinta-feira (3), a cadela Vasti, utilizada para ajudar as equipes nas buscas se sentiu incomodada com o cheiro e com esse alerta a região passou, então, a ser sinalizada por volta das 14 horas. Às 22 horas, o Corpo de Bombeiros conseguiu encontrar o corpo.

Segundo a instituição, o corpo de Ricardo Pinheiro estava junto à descida do pára-raio, onde ele estava no momento da tentativa de resgate. Na noite de ontem, partes do corpo estavam soterradas. Foram encontrados também pelo menos seis botijões de gás.

Agentes levam o corpo para o carro da Polícia Cinetfícia

Agentes levam o corpo para o carro da Polícia Cinetfícia

Edu Garcia /R7

Uma lona azul foi montada entre os escombros tem a função de proteger os bombeiros durante o trabalho, para evitar escorregamentos.

    Access log