São Paulo Pró-Sangue recorre a celebridades para incentivar doações

Pró-Sangue recorre a celebridades para incentivar doações

Com estoques baixos desde o início da pandemia, fundação vai convocar mais voluntários na semana do Dia Nacional do Doador de Sangue

Pessoas com gripe ou resfriado não devem doar temporariamente

Pessoas com gripe ou resfriado não devem doar temporariamente

ANDERSON LIRA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Com baixo estoque desde o início da pandemia, a Fundação Pró-Sangue começou a campanha "Quem Doa Faz Ao Vivo", com celebridades, influenciadores e personalidade da TV participando para agradecer aos doadores e convocar mais pessoas a seguir o exemplo, na semana em que é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue (25 de novembro).  

O público poderá conferir algumas interações nas redes sociais da Pró-Sangue na data comemorativa e também poderá assistir a apresentações musicais e artísticas para os doadores, transmitidas no posto Clínicas e nas redes sociais da Pró-Sangue. A campanha foi idealizada e desenvolvida pela Amper, uma HotShop de inovação. 

A Uber também se uniu à iniciativa de incentivo à doação e está concedendo vouchers aos candidatos que se dirigirem aos postos de coleta.

A Fundação Pró-Sangue conta com 6 unidades de coleta para atender a mais de 100 instituições de saúde da rede pública da região metropolitana de São Paulo. Os locais e horários da doação podem ser consultados no site www.prosangue.sp.gov.br.

Para doar, é necessário ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg, estar em boas condições de saúde e alimentado. Não devem doar temporariamente pessoas com sintomas de gripe ou resfriado.

Os doadores poderão tirar selfies em um painel personalizado de 2 metros, idealizado pela agência Amper, para mostrar o seu orgulho em ser doador

Para acompanhar a campanha completa, siga as páginas @prosangue no Facebook e Instagram e @pro_sangue no Twitter.

Últimas