São Paulo Procon: 49% dos locais fiscalizados para o Natal têm irregularidades

Procon: 49% dos locais fiscalizados para o Natal têm irregularidades

Problemas mais comuns foram informações inadequadas sobre preços. Operação ocorreu em todo o Estado de SP, em dezembro

  • São Paulo | Letícia Assis, da Agência Record

Em todo o Estado de SP, 502 estabelecimentos foram fiscalizados

Em todo o Estado de SP, 502 estabelecimentos foram fiscalizados

Cesar Conventi /Fotoarena/Folhapress - 22.12.2020

Equipes do Procon-SP fiscalizaram 502 estabelecimentos em todo o Estado de São Paulo em operação nos dias antecedentes ao Natal e, como resultado, encontraram irregularidades em 249 deles – 49% do total.

Os problemas mais comuns entre os encontrados foram informações inadequadas sobre preços de produtos, por exemplo, em casos de falta de preço à vista ou falta de clareza e precisão na informação sobre o preço.

As equipes também encontraram itens vencidos ou com problemas na informação a respeito do prazo de validade.

Na cidade de São Paulo e na região metropolitana, onde a operação ocorreu dos dias 9 ao 11 e no dia 21 dentro de shoppings, 60 locais fiscalizados entre 182 – cerca de um terço – desrespeitavam de alguma forma os direitos do consumidor.

Veja também: Presidente Prudente, no interior de SP, já não tem vaga em UTI

Já no interior e no litoral, de um total de 320 estabelecimentos fiscalizados de 10 a 17 de dezembro, 189 (59%) tinham irregularidades.

Os fornecedores foram autuados e têm direito a apresentar defesa.

Últimas