Coronavírus

São Paulo Profissionais da educação de SP já podem se cadastrar para vacinação

Profissionais da educação de SP já podem se cadastrar para vacinação

Segundo secretário, agendamento será feito através do número do CPF e email atualizado; imunização começa dia 12 de abril

  • São Paulo | Do R7

Profissionais da Educação devem fazer cadastro a partir do dia 12 de abril

Profissionais da Educação devem fazer cadastro a partir do dia 12 de abril

Foto: IGOR DO VALE/ESTADÃO CONTEÚDO - 01.04.2021

O secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares, apresentou nesta quinta-feira (1º) informações sobre o início do cadastro da primeira fase da vacina para os profissionais da educação acima de 47 anos da educação infantil ao médio. A vacinação começa no dia 12 de abril.

Segundo Rossieli, entram nesta etapa todos os profissionais da rede regular municipal, estadual, federal e particular. Serão vacinadas, nesta primeira etapa, professores, merendeiras, auxiliares de limpeza, cuidadores, diretores e vice-diretores, secretários de escola e coordenadores. Serão 350 mil profissionais vacinados, mas a meta é ultrapassar um milhão. "Funções que tenham atendimento ao público e não podem parar serão vacinados neste momento, no caso das cantinas, os profissionais não serão vacinados", esclarece Rossieli.

Pessoas aposentadas ou que estão afastadas não receberão a vacina; nesta primeira fase serão vacinados apenas aqueles que estão na ativa e na rotina da escola.

"Os professores estão no plano de imunização e entendemos que Educação é essencial", destaca Rossieli. "Estamos falando pouco dos jovens que estão tentando suicídio, fora o prejuízo de aprendizagem, ao imunizar o professor e a equipe, estamos protegendo as crianças."

Os profissionais devem fazer o cadastro pelo site https://vacinaja.educacao.sp.gov.br/. Após o preenchimento, será enviado um e-mail com a confirmação para então, seguir para a vacinação  - seguindo as regras de cada municipío determinadas pelas secretarias de saúde municipais.

"O cadastro não é agendamento de vacina, mas uma autorização para que a pessoa possa receber a vacina, a forma será definidade por cada município", explica Geraldo Reple Sobrinho, presidente do COSEMS/SP.

Não existe um escalonamento de idades. "Se tivessemos vacinas, São Paulo teria condições de vacinar mais de um milhão de pessoas por dia", destacou Reple.

Passo a passo

Toda a base do cadastro é feita a partir do CPF. O profissional precisa confirmar os dados e o e-mail, que deve ser validado e por esse endereço eletrônico chegará a confirmação. "O processo pode levar até uma hora e as pessoas devem ficar atentas a caixa de spam", observa Rossieli.

Os funcionários devem declarar se são funcionários (diretamente contratado ou concursado)  ou prestador de serviço (terceirizado). Importante preeencher corretamente este passo para não dar erro na validação. Também vai ter de selecionar a rede de ensino.

Para evitar fraude, deverão ter de anexar ao menos dois holerites. "É um passo importante para o vínculo de trabalho na rede, soubemos de contratação de filhos e amigos que não são professores, portanto, é preciso que comprove que trabalha na escola."

Depois do processo de cadastro, o documento segue por e-mail e deverá ser levado impresso ou pelo celular, junto com documento com foto e CPF. 

Ação Judicial

A Apeoesp (Sindicato dos Professores da Rede Estadual de São Paulo) entrou, quarta-feira (31), na Justiça pedindo para que todos os docentes sejam vacinados no Estado, não apenas os professores e funcionários de escolas públicas e particulares acima de 47 anos, como anunciado pelo governador João Doria (PSDB).

O pedido acontece após o Governo do Estado de São Paulo decretar o retorno das aulas presenciais na rede pública e privada, em plena fase vermelha do Plano SP, e inserir as atividades educacionais como atividade essencial.

A medida judicial foi classificada pelo secretário da Educação como "absolutamente irresponsável" e pode atrasar o calendário de imunização para o setor. "Estamos mirando para todos os profissionais, mas estamos mirando por etapas, as redes são gigantescas, vamos fazendo a medida que as vacinas vão chegando."

Últimas