Novo Coronavírus

São Paulo Reabertura de parques estaduais em SP deve seguir regras municipais

Reabertura de parques estaduais em SP deve seguir regras municipais

Governo vai anunciar na sexta-feira protocolo para utilização de áreas verdes; capital já determinou que abertura será somente em dias da semana

Estado administra diversos parques urbanos na capital, como o da Água Branca (foto)

Estado administra diversos parques urbanos na capital, como o da Água Branca (foto)

Divulgação/Sec. de Infraestrutura e Meio Ambiente

O governo de São Paulo deve acompanhar as determinações da prefeitura da capital em relação à reabertura dos parques, afirmou nesta terça-feira (7) o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, Paulo Menezes.

Embora o anúncio sobre o tema esteja previsto para sexta-feira (10), Menezes adiantou que o governo trabalha com três categorias de parques: urbanos, temáticos e de conservação.

O estado administra na capital diversos parques urbanos, como o Villa-Lobos, Candido Portinari, Juventude, Água Branga, Belém, Horto Florestal, entre outros. Nestes, os protocolos para reabertura devem estar alinhados com os da prefeitura, segundo o coordenador.

Isto significa que eles não devem abrir aos fins de semana, a exemplo do que já foi anunciado ontem pelo prefeito Bruno Covas. O objetivo é evitar aglomerações.

O coordenador-executivo do Centro de Contingência, João Gabbardo, ressaltou que o governo tem avaliado como os parques foram reabertos no exterior para adotar medidas semelhantes.

"Todas as pesquisas nos países que estão reabrindo, o nível de contaminação que ocorre no ambiente ao ar livre, e isso se caracteriza muito pelos parques, é muito pequeno em relação às outras possibilidades no que diz respeito à transmissão em função da aglomeração e do contato entre as pessoas."

Últimas