São Paulo Retratista da Polícia Civil morre após ser internado por covid-19

Retratista da Polícia Civil morre após ser internado por covid-19

Investigador, retratista e acupunturista Yoshiharu Kawasaki, 56 anos, morreu após permanecer dias internado por codiv-19 em São Paulo

  • São Paulo | Do R7

Retratista morre após internação por covid-19

Retratista morre após internação por covid-19

Reprodução Facebook

O investigador da Polícia Civil de São Paulo Yoshiharu Kawasaki, 56 anos, morreu neste sábado (12) após ter sido internado em decorrência da covid-19. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. 

Leia mais: PMs acusados de morte de vendedor em Osasco (SP) são absolvidos

O técnico eletrônico trabalhava no Deic (Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado), da Polícia Civil de São Paulo, como retratista voluntário. Ele também era acupunturista. 

Kawasaki, ou Yoshi, como era conhecido pelos colegas da profissão, ajudava nas investigações fazendo desenhos de suspeitos até prestar concurso para, de fato, entrar na corporação. O investigador permaneceu como retratista da Polícia Civil por quase 30 anos. 

Leia ainda: Comércio amplia horário e bar fecha mais cedo a partir deste sábado (12)

Kawasaki fez o retrato de quase seis mil suspeitos. Entre os casos mais emblemáticos está o de Francisco de Assis Pereira, que ficou conhecido como “Maníaco do Parque”, acusado de estuprar e matar mais de seis mulheres em São Paulo.

Últimas