Coronavírus

São Paulo São Bernardo aprova lei que manda ao fim da fila quem escolhe vacina

São Bernardo aprova lei que manda ao fim da fila quem escolhe vacina

Caso um munícipe se recuse a tomar a vacina contra covid-19 devido à marca, ele será imunizado após todos os outros grupos

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record

Projeto foi aprovado nesta quarta-feira (4)

Projeto foi aprovado nesta quarta-feira (4)

Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

A medida que coloca os chamados "sommeliers de vacina" no fim da fila para a imunização contra a covid-19 se tornou lei também em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. O projeto de lei foi aprovado por unanimidade na Câmara dos Vereadores nesta quarta-feira (4).

O texto determina que, caso um munícipe se recuse a tomar a vacina contra covid-19 devido à marca do imunizante, ele será colocado no fim da fila. A desistência ou recusa da imunização será registrada em um documento com a assinatura de duas testemunhas.

Informada da sua condição de remanescente e da perda do direito à ordem cronológica de vacinação, com a sua realocação na fila, a pessoa estará apta somente após todos os grupos serem contemplados.

A remarcação só será liberada depois que o morador comparecer a uma UBS (Unidade Básica de Saúde) e apresentar, por escrito, a justificativa da falta, que será analisada pela Vigilância Sanitária.

Últimas