Novo Coronavírus

São Paulo São Bernardo do Campo (SP) amplia toque de recolher contra a covid-19

São Bernardo do Campo (SP) amplia toque de recolher contra a covid-19

Prefeito da cidade do ABC, na Grande SP, anunciou que medida será estendida até 30 de junho para evitar disseminação da doença

  • São Paulo | Do R7

Prefeitura de São Bernardo do Campo amplia toque de recolher até 30 de junho

Prefeitura de São Bernardo do Campo amplia toque de recolher até 30 de junho

Reprodução/Google Maps

O prefeito de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, Orlando Morando (PSDB), anunciou a ampliação do toque de recolher na cidade até o dia 30 de junho, data que coincide com o início da fase de de transição do Plano São Paulo no município, como forma de combater a disseminação do novo coronavírus na cidade, na região do ABC.

Neste período, todas as atividades comerciais são permitidas até às 21h — com 40% de ocupação. O transporte público permanece em funcionamento até às 22h e é retomado às 4h. Estão proibidas a prática de esportes coletivos em áreas públicas e privadas, lutas de artes marciais e o funcionamento de saunas e vestiários.

"É um programa que está indo bem, está nos permitindo controlar a ocupação, não tem distúrbio social e, consequentemente, a gente consegue avançar para não ter que fechar mais nada", declarou o prefeito em uma transmissão nas redes sociais.

O toque de recolher também foi implementado na cidade vizinha de Santo André, onde a restrição vai até 14 de junho. Além do transporte coletivo municipal, entre 22h e 4h, fica restrita a circulação de pessoas e veículos — com exceção de casos de necessidade e emergência.

Não está prevista aplicação de multa para quem descumprir o toque de recolher, mas haverá ações de conscientização dos moradores.

Últimas