Novo Coronavírus

São Paulo São Paulo antecipa vacinação de 69, 70 e 71 anos para sexta-feira (26)

São Paulo antecipa vacinação de 69, 70 e 71 anos para sexta-feira (26)

Campanha pretende imunizar quase um milhão de pessoas no estado e reduzir o ritmo de contaminação do vírus que causa covid

  • São Paulo | Do R7

Idoso é vacinado em Carapicuíba, na Grande São Paulo

Idoso é vacinado em Carapicuíba, na Grande São Paulo

VINICIUS NUNES/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO - 24.03.2021

O governo de São Paulo vai antecipar a vacinação de idosos de 69, 70 e 71 anos para a próxima sexta-feira (26). O anúncio foi feito hoje pelo governador, João Doria (PSDB), durante uma coletiva no Palácio dos Bandeirantes. Segundo o governo, a expectativa é vacinar 910 mil pessoas nesta faixa etária.

Inicialmente, a vacinação estava prevista para o dia 29 de março e já havia sido antecipada na última sexta-feira (19) para o dia 27. Ainda de acordo com o governo, a entrega de novas doses e a logística de entrega das vacinas permitiu antecipar a campanha em mais um dia.

O Instituto Butantan entregou nesta quarta-feira (24) um lote de 2,2 milhões CoronaVac para o PNI (Programa Nacional de Imunização) do Ministério da Saúde. No mês de março, foram entregues até o momento 14,3 milhões de doses, quantidade superior à disponibilizada em janeiro e fevereiro, que representa quase 25 mil vacinas por hora.

Veja o calendário de vacinação contra a covid-19 em São Paulo

Veja o calendário de vacinação contra a covid-19 em São Paulo

Divulgação/Governo de São Paulo

"Em São Paulo quase 5 milhões de doses aplicadas  (3.723.171 primeira dose e 1.275.710 da segunda dose)", comemorou Regiane de Paula, coordenadora do Programa Estadual de Imunização.

Pré-cadastro no Vacina Já

Para agilizar a vacinação, os interessados podem realizar um pré-cadastro no site Vacina Já (https://www.vacinaja.sp.gov.br/). O acesso pode ser feito pelos familiares dos idosos ou qualquer pessoa que integra os públicos previstos na campanha de imunização.

A ferramenta ajuda a agilizar o atendimento e a evitar aglomerações. De acordo com a secretaria estadual de Saúde, o cadastro não é um agendamento e o uso não é obrigatório, mas utilizá-la contribui para melhorar a dinâmica dos serviços de saúde e o atendimento à população.

Últimas