Coronavírus

São Paulo São Paulo flexibiliza regras de velório de vítimas da covid-19

São Paulo flexibiliza regras de velório de vítimas da covid-19

Flexibilização leva em conta a queda no número de mortes e no avanço do cronograma de vacinação contra o novo coronavírus

  • São Paulo | Do R7

Vista geral do Cemitério da Vila Formosa, o maior da América Latina, na zona leste

Vista geral do Cemitério da Vila Formosa, o maior da América Latina, na zona leste

TIAGO QUEIROZ / ESTADÃO CONTEÚDO - 25.04.2020

As regras de velório das vítimas de covid-19 na cidade de São Paulo começam a ser flexibilizadas a partir de sábado (11), anunciou a prefeitura nesta sexta-feira (10). Entre as novas medidas, está a liberação de velório com urna aberta se passados 20 dias de contágio da doença.

As novas regras valem para todas as unidades municipais e particulares da capital paulista. A flexibilização leva em conta a queda no número de mortes e no avanço do cronograma de vacinação, e segue as recomendações da Covisa (Coordenadoria de Vigilância em Saúde).

A coordenadoria ressalta, no entanto, que ainda devem ser cumpridas as medidas sanitárias de combate à pandemia. As cerimônias no crematório Dr. Jayme Augusto Lopes serão liberadas.

O velório será proibido quando o caso de morte por covid ocorrer durante o período de transmissão, dentro dos 20 dias a partir do diagnóstico. Nesse caso, portanto, a realização do velório continua proibida, e o funeral terá de ocorrer com a urna fechada. 

O velório é permitido quando o óbito pelo novo coronavírus acontecer fora do período de contágio, depois de 20 dias ou mais do diagnóstico. A informação deverá ser atestada por Declaração Médica para que a cerimônia seja realizada pela família.

Não haverá alteração no tempo de cerimônia para os velórios em casos de morte por covid-19 ou outras doenças, desde que não sejam infectocontagiosas. Será permitida uma hora de cerimônia, com todos os protocolos de segurança da pandemia ainda em vigência.

Medidas de segurança

Entre as medidas de segurança para as cerimônias, estão o limite de dez pessoas, a distância de 1 metro entre elas e o uso obrigatório de máscara, e o local do velório deve ser ventilado, com a disponibilização de álcool 70% para higienização das mãos, água, sabonete líquido, papel-toalha, lenços de papel e lixeiras. Consumir alimentos nas salas de cerimônia está proibido.

A presença de pessoas em grupos de risco ou com sintomas da covid-19 deve ser evitada.

Os equipamentos de segurança continuam sendo obrigatórios dentro dos cemitérios e do crematório, do manejo do corpo ao momento final do sepultamento.

Últimas