Coronavírus

São Paulo São Paulo recebe 1 milhão de doses prontas da vacina CoronaVac

São Paulo recebe 1 milhão de doses prontas da vacina CoronaVac

Doses do imunizante chegaram no aeroporto de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, na noite desta terça-feira (29)

  • São Paulo | Do R7

Vacina CoronaVac no Instituto Butantan

Vacina CoronaVac no Instituto Butantan

Amanda Perobelli / Reuters - Arquivo

Chegou na noite desta terça-feira (29), no aeroporto internacional de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, um avião com um milhão de doses prontas da CoronaVac, que foram enviadas pelo laboratório chinês Sinovac, parceiro do Instituto Butantan.

Essas novas doses haviam sido anunciadas pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), no último sábado (26). A chegada de vacinas prontas é resultado de um encontro entre representantes do governo paulista, do Butantan e da Sinovac no dia 22 de junho.

Segundo Doria, na noite desta quarta-feira (30) as doses serão entregues para o Ministério da Saúde e, na quinta-feira, já estará disponível para ser aplicada em 1 milhão de brasileiros.

Na reunião da semana passada, Doria solicitou ao laboratório chinês o envio de vacinas prontas em paralelo às remessas de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) para produção de doses na fábrica do Butantan.

A chegada de vacinas prontas servirá para dar mais agilidade à campanha de vacinação. Isso porque a produção em São Paulo envolve processos de envase, rotulagem, embalagem e um rigoroso controle de qualidade antes do fornecimento das vacinas ao PNI (Programa Nacional de Imunização) do Ministério da Saúde.

O governo de São Paulo tem espera que, até o final de setembro, seja concluída a nova fábrica do Butantan, permitindo que produzam, a partir do início de 2022, as primeiras doses de CoronaVac sem necessidade de importação da matéria-prima.

O local terá capacidade para fabricar 100 milhões de doses do imunizante por ano. As obras estão avançadas, com 60% do total concluído. Atualmente, o prazo entre a chegada de IFA e a entrega das vacinas produzidas no Butantan gira em torno de 15 a 20 dias.

Últimas