São Paulo registra primeira morte em hospital de campanha

Homem de 36 anos, portador de doença de Chagas, foi primeiro paciente a falecer em estrutura montada no estádio do Pacaembu

Hospital de campanha do Pacaembu registrou a primeira morte por covid-19

Hospital de campanha do Pacaembu registrou a primeira morte por covid-19

Rahel Patrasso/Reuters - 31.03.2020

Morreu neste domingo (12) a primeira vítima do novo coronavírus internada em um hospital de campanha da cidade de Paulo, de acordo com boletim da secretaria municipal de saúde. O paciente é um homem de 36 anos, portador de doença de Chagas, que estava no HMCamp do Pacaembu, na zona oeste da cidade. 

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

Nesta unidade, há 61 pacientes internados, 55 em leitos de baixa complexidade e seis na sala de estabilização, equipada com recursos para tratamento de pacientes mais graves. De acordo com a secretaria, três pacientes receberam alta neste domingo e farão tratamento em domicílio. Está prevista, também para, a admissão de outros 19 pacientes.

Veja também: Brasil tem 1.223 mortes e 22.169 casos confirmados de covid-19

O hospital do Anhembi, com capacidade para atender 326 pessoas, tem 13 pacientes internados em leitos de baixa e média complexidade. Desses, 12 estão em leitos de enfermaria e um na sala de estabilização. 

Leia também: Vacinas contra coronavírus dão resultado positivo na Itália

Os dois hospitais de campanha operam a portas fechadas, ou seja, pessoas com sintomas não devem procurar atendimento direto no local. Os pacientes chegam apenas transferidos por ambulâncias de outras unidades. As internações são controladas pela regulação da Secretaria Municipal da Saúde.