Novo Coronavírus

São Paulo São Paulo supera marca de 500 mil casos confirmados de covid-19

São Paulo supera marca de 500 mil casos confirmados de covid-19

Primeiro registro de infecção pelo novo coronavírus ocorreu no dia 25 de fevereiro; passados quatro meses, estado tem 514 mil registros

  • São Paulo | Do R7

Secretário diz que não houve aumento de internações

Secretário diz que não houve aumento de internações

Suamy Beydoun/Agif - Agência de Fotografia/Estadão Conteúdo - 3.7.2020

O estado de São Paulo superou a marca de 500 mil casos confirmados de covid-19, conforme mostram os números da Secretaria da Saúde divulgados na tarde desta quarta-feira (29).

Devido a um problema no sistema de registro dos casos, os dados do dia 28 de julho não haviam sido publicados até hoje. Na terça-feira, o estado acumulava 500.301 casos. Hoje, são 514.194,

O primeiro caso de covid-19 no estado, e no Brasil, ocorreu no dia 25 de fevereiro. 

O número de óbitos em decorrência da covid-19 chegou nesta quarta-feira a 22.389, após um acréscimo de 330 mortes de ontem para hoje.

O secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, ressaltou que a alta de casos se justifica também pela ampliação da testagem em pessoas com sintomas leves.

"Apesar de nós termos cerca de 70% de elevação do número de casos notificados, não tivemos nem impacto em termos de elevação de mortalidade e nem de internação em unidades de terapia intensiva. Isso reforça que essas medidas são muito mais preventivas, profiláticas, definindo quem são esses pacientes em uma fase mais leve, impedindo essas pessoas de terem seu quadro clínico agravado e precisarem de assistência hospitalar e mesmo de unidades de terapia intensiva."

Outra ressalva feita pelo secretário é que 68% das confirmações (333.845) ocorreram na fase aguda da doença, em pessoas que deram entrada em algum serviço de saúde, por meio do exame RT-PCR.

Outros 144.261 resultados positivos foram por testes rápidos, que identificam se o indivíduo já teve contato com o vírus, mas não está mais doente. Esse tipo de exame dá um panorama da epidemia, mas não representa o momento atual.

O Centro de Contingência do Coronavírus do governo estimava que SP fosse terminar o mês com algo entre 510 mil e 610 mil casos. O número de mortes também está dentro das previsões — de 21 mil a 26 mil.

Últimas