São Paulo São Paulo tem queda de 2,98% no número de mães adolescentes

São Paulo tem queda de 2,98% no número de mães adolescentes

Dados da SMS revelam que entre as crianças nascidas na capital a cada ano, cerca de 10% são filhos de mães muito jovens

Números de mães jovens caiu 2,98% em quatro anos

Números de mães jovens caiu 2,98% em quatro anos

Pixabay

O número de bebês filhos de mãe adolescentes caiu 2,98% de 2016 a 2020 na cidade de São Paulo, de acordo com dados da Secretaria Municipal da Saúde.

Em 2016, 12,18% do total de bebês tinham mães menores de idade. A taxa caiu para 9,77% em 2019. Em 2020, a taxa continuou em queda e chegou a 9,2%.

Os dados da secretaria revelam que, entre as crianças nascidas na capital a cada ano, cerca de 10% são filhos de mães muito jovens.

Desde 2016, o número de bebês de mães adolescentes registram queda. Em 2020, do total de 147.084 recém-nascidos, 13.533 nasceram de meninas com idade entre 15 e 19 anos. Outros 415 bebês, de jovens com menos de 15 anos.

A redução das taxas ocorreu tanto entre as adolescentes com idade de 10 a 14 anos quanto entre aquelas de 15 a 19 anos.

O percentual de mães adolescentes de 10 a 14 anos caiu 32% entre 2016 e 2019. Entre as mães de 15 a 19 anos, a queda foi de 19%.

Últimas