São Paulo Segurança que torturou jovem em SP é transferido para semiaberto

Segurança que torturou jovem em SP é transferido para semiaberto

Juíza cedeu permissão pelo bom comportamento do preso e o tempo que ele já passou no regime fechado, na Penictenciária II de Tremembé

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi, da Agência Record

O ex-segurança, David de Oliveira Fernandes, condenado por torturar jovem dentro de um supermercado na zona zul de São Paulo em dezembro do ano passado, foi transferido para o regime semiaberto na Penitenciária II de Tremembé, onde o homem estava preso.

Leia mais: 'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado

A decisão da juíza Sueli Zeraik de Oliveira Armani, da Comarca de São José dos Campos, considerou o bom comportamento do preso e o tempo que ele já passou no regime fechado.

De acordo com a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária), a Penitenciária II de Tremembé, onde David está preso, possui ala de progressão penitenciária, para onde o detido foi transferido.

Segurança David de Oliveira Fernandes no momento de sua prisão

Segurança David de Oliveira Fernandes no momento de sua prisão

Reprodução/ Record TV

A progressão de regime do segurança David aconteceu quatro meses depois do outro segurança, Valdir Bispo dos Santos, condenado pelo mesmo crime, ter obtido a transferência ao regime semiaberto com base em decisão parecida, tomada com apoio nos mesmos critérios, pela mesma magistrada.

Ambos os seguranças foram presos em setembro de 2019, dias após ser postado em redes sociais um vídeo, que mostra um adolescente sendo chicoteado pelos dois seguranças dentro do supermercado Ricoy da Vila Joaniza, na zona sul de São Paulo.

Últimas