São Paulo Seis ficam feridos durante manifestação no centro de SP

Seis ficam feridos durante manifestação no centro de SP

Vigilantes querem se separar de sindicato, além de melhoria salarial

Seis ficam feridos durante manifestação no centro de SP

Choque chegou à manifestação nesta quarta-feira (10)

Choque chegou à manifestação nesta quarta-feira (10)

Reprodução

Pelo menos seis pessoas ficaram feridas após uma confusão durante uma manifestação de vigilantes, na manhã desta quarta-feira (10), no Largo do Arouche, no centro de São Paulo. Os militantes pretendem seguir com o ato até a avenida Paulista.

De acordo com os vigilantes, a categoria quer se desassociar do Seevissp (Sindicato dos Empregados em Empresas de Segurança e Vigilância de São Paulo) e reivindicam melhorias na qualidade de seus trabalhos, incluindo o aumento salarial.

Os vigilantes que estavam protestando teriam estourado uma bomba caseira na porta do sindicato para invadirem o local. Com o estouro da bomba, estilhaços atingiram pelo menos seis pessoas que estavam no protesto, segundo a Polícia Militar.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram chamadas ao local para prestar apoio aos feridos. As três vítimas dos estilhaços foram socorridas e levadas ao Pronto Socorro da Santa Casa.

De acordo com a PM, a via permanece parcialmente interditada. O caso deve ser encaminhado ao 3º Distrito Policial. A Tropa de Choque foi enviada ao local para controlar a situação.

Procurado, o sindicato ainda não se pronunciou.

Assista ao vídeo:

Leia mais notícias sobre R7 São Paulo

    Access log