Seis ficam feridos durante manifestação no centro de SP

Vigilantes querem se separar de sindicato, além de melhoria salarial

Seis ficam feridos durante manifestação no centro de SP

Choque chegou à manifestação nesta quarta-feira (10)

Choque chegou à manifestação nesta quarta-feira (10)

Reprodução

Pelo menos seis pessoas ficaram feridas após uma confusão durante uma manifestação de vigilantes, na manhã desta quarta-feira (10), no Largo do Arouche, no centro de São Paulo. Os militantes pretendem seguir com o ato até a avenida Paulista.

De acordo com os vigilantes, a categoria quer se desassociar do Seevissp (Sindicato dos Empregados em Empresas de Segurança e Vigilância de São Paulo) e reivindicam melhorias na qualidade de seus trabalhos, incluindo o aumento salarial.

Os vigilantes que estavam protestando teriam estourado uma bomba caseira na porta do sindicato para invadirem o local. Com o estouro da bomba, estilhaços atingiram pelo menos seis pessoas que estavam no protesto, segundo a Polícia Militar.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram chamadas ao local para prestar apoio aos feridos. As três vítimas dos estilhaços foram socorridas e levadas ao Pronto Socorro da Santa Casa.

De acordo com a PM, a via permanece parcialmente interditada. O caso deve ser encaminhado ao 3º Distrito Policial. A Tropa de Choque foi enviada ao local para controlar a situação.

Procurado, o sindicato ainda não se pronunciou.

Assista ao vídeo:

Leia mais notícias sobre R7 São Paulo

    Access log