São Paulo Sem acordo salarial, metroviários de SP anunciam greve para 4ª feira

Sem acordo salarial, metroviários de SP anunciam greve para 4ª feira

Categoria cobra aumento, participação nos resultados, entre outros benefícios. Assembleia está marcada para terça (11)

  • São Paulo | Do R7, com informações da Agência Record

Sem acordo salarial, metroviários de SP anunciam greve para a proxima quarta-feira (12)

Sem acordo salarial, metroviários de SP anunciam greve para a proxima quarta-feira (12)

Edson Lopes Jr./R7 - 12.04.2021

Os metroviários de São Paulo não aceitaram o acordo salarial e a perda de benefícios e aprovaram a paralisação da categoria para a próxima quarta-feira (12). 

Segundo os metroviários, nas três reuniões de negociação, a empresa afirmou que não vai reajustar os salários e benefícios e confirmou o não pagamento das participações nos resultados de 2019 e 2020. Segundo a categoria, também houve a retirada do auxílio-transporte e do Adicional Risco de Vida. 

Foi realizada uma assembleia online da categoria, que decidiu pela greve a partir da 0h do dia 12. Dos 1.800 participantes, 1.637 (90,94%) aprovaram a paralisação "como forma de resistir aos ataques do Metrô e do governo Doria", escreveu o Sindicato em nota.

A entidade reivindica reposição salarial baseada no IPC-Fipe dos últimos 2 anos de 9,72%, reposição de Vale Refeição e Vale Alimentação de 29%, entre outros.

Mobilização

A partir das 23h30 desta segunda-feira (10), haverá um ato unificado do setor de manutenção noturna na Sé, região central.

Na terça-feira (11), está previsto um ato na CCO (Centro de Controle Operacional), com possível caminhada até a Secretaria de Transportes Metropolitanos, e também a retirada de uniforme dos trabalhadores da operação. Apenas os seguranças usarão o colete. Na mesma data, haverá uma nova assembleia.

Últimas