Novo Coronavírus

São Paulo Sem distanciamento, passageiros se arriscam na ida ao trabalho em SP

Sem distanciamento, passageiros se arriscam na ida ao trabalho em SP

Estações e composições estão lotadas no horário de pico da manhã e aglomerações são comuns mesmo na fase vermelha 

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Aglomerações de pessoas no transporte público são diárias, mesmo na fase vermelha do Plano São Paulo, que pretende conter o ritmo de contágio do novo coronavírus. Sem distanciamento social e tótens com álcool gel nas estações, os passageiros se arriscam diariamente para ir ao trabalho ou compromissos, principalmente nos horários de pico.

A Record TV flagrou composições cheias e plataformas abarrotadas na estação Luz, na região central de São Paulo. A aglomeração era de passageiros que desembarcavam dos trens vindos de regiões da Grande São Paulo.

Alguns passageiros tocavam o corrimão da escada rolante e não havia álcool em gel à disposição dos usuários. Outras pessoas preferiam esperar as plataformas esvaziarem antes de buscar uma saída da estação.

Sem distanciamento, passageiros se arriscam na ida ao trabalho no transporte público em SP

Sem distanciamento, passageiros se arriscam na ida ao trabalho no transporte público em SP

Reprodução / Record TV

No Brás, na zona leste, um passageiro registrou em vídeo a confusão para embarque em uma das composições. Não havia qualquer distanciamento. Pelo contrário, as pessoas estavam espremidas no vagão e houve empurra-empurra no embarque.

A equipe da Record TV também flagrou uma van do transporte municipal de Guarulhos, na Grande São Paulo, circulando com pessoas em pé e aglomeradas. Mesmo pequeno, o veículo estava lotado.  

Últimas