Novo Coronavírus

São Paulo Sepultamentos aumentam 63% no mês de março em São Paulo

Sepultamentos aumentam 63% no mês de março em São Paulo

Aumento foi comparado ao mês de fevereiro deste ano, período de agravamento da pandemia de covid-19 na capital paulista

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record

Em março, o número subiu para 9.728, com média diária de 313

Em março, o número subiu para 9.728, com média diária de 313

Amanda Perobelli/Reuters - 23.03.2021

A capital paulista registrou aumento de 63% no número de sepultamentos em comparação com fevereiro deste ano, período de agravamento da pandemia de covid-19, segundo dados de boletins SFMSP (Serviço Funerário do Município de São Paulo) que disponibiliza diariamente os números de óbitos e sepultamentos dos cemitérios municipais, particulares e do crematório.

Em fevereiro, São Paulo contabilizou 5.964 enterros, em média 213 por dia. Em março, o número subiu para 9.728, com média diária de 313.

Segundo a Secretaria de Subprefeituras, caso a média supere 400 sepultamentos, a prefeitura pretende suspender velórios e concentrar os enterros em dois cemitérios para facilitar a logística do transporte dos corpos.

Nesta quarta-feira (7), o Serviço Funerário também começou uma operação para abertura de 600 valas por dia nos cemitérios Vila Formosa, São Luiz, Itaquera e Dom Bosco.

Com o intuito de agilizar os trabalhos, as quatro unidades terão o apoio de dez retroescavadeiras, sendo seis no Cemitério Vila Formosa, duas no São Luiz, uma no Itaquera e uma no Dom Bosco.

Últimas