São Paulo Serviços em SP reabrem no sábado em nova etapa de fase de transição

Serviços em SP reabrem no sábado em nova etapa de fase de transição

Restaurantes, parques, salões de beleza, cabeleireiros e atividades culturais funcionarão a partir de amanhã, das 11h às 19h

  • São Paulo | Guilherme Padin, do R7

Shoppings e comércio de rua voltaram na semana passada

Shoppings e comércio de rua voltaram na semana passada

Yuri Murakami /Fotoarena/Estadão Conteúdo - 18.04.2021

O governo do estado de São Paulo confirmou nesta sexta-feira (23), em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, o retorno de atividades ligadas ao setor de serviços, como restaurantes, academias e atividades culturais, para este sábado (24), na nova etapa da fase de transição do Plano SP de flexibilização econômica na pandemia de covid-19.

O anúncio foi feito pelo vice-governador Rodrigo Garcia.

A partir de amanhã, restaurantes, lanchonetes, parques, salões de beleza, cabeleireiros, cinemas e teatros funcionarão das 11h às 19h. As academias estarão abertas das 7h às 11h e das 15h às 19h. Todas estas atividades podem operar somente com 25% da capacidade na fase de transição.

Já funcionam desde o último domingo (18), quando a fase de transição entrou em vigência, shoppings, lojas de rua, cultos, missas e outras atividades religiosas – com distanciamento, controle de acesso e também com 25% da capacidade.

Confira o cronograma das atividades liberadas na fase de transição do Plano SP

Confira o cronograma das atividades liberadas na fase de transição do Plano SP

Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Garcia também anunciou que o governo vai apoiar a vacinação dos municípios do estado com destinação de R$ 33,3 milhões, que serão aplicados na compra de insumos e pagamento das equipes de atendimento de vacinação de todas as cidades.

O toque de recolher das 20h às 5h permanece em todas as regiões do estado, bem como a recomendação do escalonamento de horário na entrada e saída das atividades do comércio, serviços e indústrias e do regime de teletrabalho às atividades administrativas não essenciais

O governo de São Paulo divulgará nova atualização do Plano SP no próximo dia 1º de maio.

Butanvac

O Instituto Butantan enviou, nesta sexta-feira (23), uma solicitação à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para iniciar testes em humanos da Butanvac, imunizante contra o coronavírus produzido no Brasil. "Nossa expectativa é de que a Anvisa faça uma análise detalhada mas com a urgência necessária em uma pandemia", disse Rodrigo Garcia na coletiva.

De acordo com Dimas Covas, diretor do instituto, a previsão é que até o mês de junho ou julho cerca de 40 milhões de doses dessa vacina que aguardarão estudo clínico. "É um estudo de 20 semanas, mas a partir da 16ª poderemos ter resultados de análise primária", afirmou. 

A Butanvac é a primeira vacina fabricada no Brasil, sem a necessidade de importar mão de obra de outros países.

Queda em casos, mortes e internações

Os números da pandemia de covid-19 apresentaram queda em seus três índices – casos, mortes e internações – pela primeira vez em dois meses.

Segundo informou o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, entre as duas últimas semanas epidemiológicas, as baixas foram de 14,3% nos casos, 6% nas internações e 23% nos óbitos.

Atualmente, o estado tem 81,1% dos seus leitos de covid-19 ocupados e a Grande São Paulo, 79,2%.

São, ao todo, 10.808 pacientes internados em UTIs e 12.004 em enfermarias.

Últimas