Sete médicos serão investigados por falsos tratamentos contra covid-19

Cremesp recebeu denúncias também de cinco não-médicos e de um laboratório de manipulação, que serão encaminhadas ao MP

No Brasil já foram registradas 11 mortes por coronavírus

No Brasil já foram registradas 11 mortes por coronavírus

Reprodução/Record TV

O Cremesp (Conselho Regional de Medicina de São Paulo) vai investigar sete médicos denunciados por oferecer falsos tratamentos para covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus SARS-CoV2) e espalhar fake news sobre a doença, conforme comunicado divulgado nesta sexta-feira (20). Outras cinco pessoas não-médicas e um laboratório de manipulação reportados ao conselho serão denunciados ao Ministério Público.

O Brasil contabiliza 11 mortes e 904 casos confirmados da doença, de acordo com o levantamento atualizado até as 16h desta sexta. Dos óbitos, nove ocorreram em São Paulo e dois no Rio de Janeiro. Apenas no Hospital Sancta Maggiore, na cidade de São Paulo, houve cinco casos.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que o sistema de saúde do país entrará em colapso no final de abril devido ao avanço do coronavírus.