Coronavírus

São Paulo Shoppings devem ficar fechados até 30 de abril na Grande São Paulo

Shoppings devem ficar fechados até 30 de abril na Grande São Paulo

Academias também devem fechar. Poupatempo e Detran vão adotar controle de fluxo para evitar aglomeração e conter disseminação do coronavírus

  • São Paulo | Do R7

Governador João Doria anuncia medidas para conter disseminação do coronavírus

Governador João Doria anuncia medidas para conter disseminação do coronavírus

Reprodução/Facebook

Todos os shoppings centers da capital paulista e da região metropolitana tem até a próxima segunda-feira (23) para fecharem suas portas e devem manter suas atividades paralisadas até o dia 30 de abril, de acordo com anúncio realizado pelo governador João Doria em entrevista coletiva no final da manhã desta quarta-feira (18). A medida é tomada para impedir o contágio do coronavírus e vale para estabecimentos de pequeno, médio e grande porte. Não vale, no entanto, para o litoral e o interior do estado.

As academias terão prazo até domingo (22) para encerrarem suas atividades. A retomada está prevista também para o dia 30 de abril. A medida vale apenas para capital e região metropolitana e não vale para o litoral e o interior do estado. 

O governo também determinou que será adotado controle de fluxo nos postos do Poupatempo e do Detran para evitar aglomerações. Trata-se de um processo de regulação da entrada nos estabelecimentos. Não haverá fechamento ou paralisação dos serviços.

Doria reforçou a necessidade de que idosos evitem sair de casa e recomendou o uso de serviços de delivery e contem com a ajuda de vizinhos para fazer compras e realizar outras atividades fora de casa.

O governo anunciou ainda uma parceria com as operadoras de celular para disparos de SMS gratuitos para 15 milhões de pessoas com recomendações de saúde pública.

Boletins sobre contágio e medidas tomadas pelo governo estadual para o controle da disseminação do covid-19 serão enviados para prefeitos de 600 municípios todos os dias às 18h.

Praias

Não há ainda previsão de medidas para evitar concentrações de pessoas nas praias do estado. "O bom senso, a prudência cabe a cada cidadão neste momento.  Medidas proibitvas não estão sendo tomadas em relação às praias do litoral de São Paulo. Mas devemos dizer que não são recomendadas aglomerações em praias e clubes. A recomendação é 'evitem aglomerações'."

Transporte

Também não há medidas restritivas referente ao sistema de transporte público estadual. Trens do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) seguem com acesso normalizado e circulação normal. A única alteração ocorrida foi a intensificação dos serviços de limpeza dos trens, dos banheiros e das áreas comuns das estações. 

Últimas