Novo Coronavírus

São Paulo Sírio-Libanês suspende cirurgias eletivas e abre ala para covid-19

Sírio-Libanês suspende cirurgias eletivas e abre ala para covid-19

Anunciadas nesta terça-feira (9), medidas do hospital de SP incluem o adiamento de exames e devem durar 15 dias

  • São Paulo | Do R7

UTI de tratamento do coronavírus em hospital de São Paulo

UTI de tratamento do coronavírus em hospital de São Paulo

Zanone Fraissat / Folhapress - 06.05.2020

O Hospital Sírio-Libanês de São Paulo suspendeu, nesta terça-feira (9), as cirurgias eletivas e anunciou a abertura de uma ala para acomodar mais pacientes com covid-19 em meio ao avanço no número de internações pela doença.

De acordo com a diretoria do hospital, a unidade está ampliando a sua oferta de leitos por meio da realocação de espaços e vai priorizar pacientes que precisem de suporte intensivo, seja pelo novo coronavírus ou outras doenças.

As medidas anunciadas pelo complexo hospitalar também incluem o adiamento de exames, desde que não prejudiquem a saúde dos pacientes e, inicialmente, terão duração de 15 dias.

Confira o comunicado emitido pelo Hospital Sírio-Libanês:

"O Hospital Sírio-Libanês tem registrado nas últimas semanas um aumento expressivo na procura por assistência médico-hospitalar de pacientes com suspeita ou confirmação de COVID-19. Por isso, nesse momento, a instituição tomou a iniciativa de suspender, por um prazo estimado de 15 dias, alguns procedimentos eletivos para priorizar pacientes com maior necessidade de suporte intensivo, seja pelo Coronavírus ou por outras enfermidades.

A medida vale para o Complexo Hospitalar da Bela Vista, em São Paulo, onde estão suspensos temporariamente procedimentos eletivos que podem ser adiados momentaneamente sem prejudicar a saúde do paciente, além de exames ambulatoriais de polissonografia e eletivos de colonoscopia, endoscopia digestiva alta e broncoscopia.

Todos os demais atendimentos estão mantidos por meio de fluxos separados, que permitem uma assistência segura para a realização de exames e procedimentos em geral. Pacientes que precisem de atendimento de urgência serão atendidos no pronto-atendimento normalmente, seguindo os protocolos de segurança previamente estabelecidos. Nesse momento, é fundamental que cada paciente procure e converse com seu médico para entender seu caso. Nenhum tratamento dever ser interrompido por conta própria.

O Hospital Sírio-Libanês está ampliando a sua oferta de leitos por meio da realocação de espaços e remanejamento de equipes e equipamentos. A ocupação hospitalar é avaliada em tempo real e novos leitos são abertos de acordo com a demanda. A instituição reforça a importância de as pessoas manterem as medidas preventivas para reduzir o risco de transmissão do vírus SARS-Cov2, com uso de máscaras, higienização frequente das mãos e distanciamento físico. #NãoPareDeSeCuidar."

Últimas