Novo Coronavírus

São Paulo Sobras de vacinas serão destinadas a grupos prioritários em São Paulo

Sobras de vacinas serão destinadas a grupos prioritários em São Paulo

Segundo a prefeitura, imunizantes serão aplicados em idosos com mais de 60 anos e profissionais de saúde que residam no bairro

  • São Paulo | Marcos Rosendo, da Agência Record

Prefeitura de SP vai usar sobras das vacinas para atender grupos prioritários

Prefeitura de SP vai usar sobras das vacinas para atender grupos prioritários

Reprodução/ Record TV

A Prefeitura de São Paulo informou, nesta terça-feira (23), que as sobras das vacinas contra a covid-19 em postos de saúde da cidade no final do expediente serão aplicadas em idosos com mais de 60 anos e profissionais de saúde que residam no bairro da unidade de saúde.

Para receber as imunizações, as pessoas terão que fazer um cadastro preferencialmente ligando para a unidade de saúde ou no próprio local. Assim, sempre que sobrarem doses da vacina, o funcionário do posto de saúde irá ligar para os cadastrados.

Em nota, a prefeitura paulistana ressaltou que nenhuma dose do imunizante será desperdiçada por falta de público alvo. Mais informações sobre a vacinação podem ser obtidas no link: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/vigilancia_em_saude/index.php?p=307599.

Número de vacinados em SP

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, já foram aplicadas mais de 612 mil doses da vacina na cidade de São Paulo até esta terça-feira. Foram imunizadas uma vez 479.071 pessoas e outras 133.629 já receberam a segunda dose.

Últimas