Novo Coronavírus

São Paulo SP anuncia fase de transição na pandemia a partir deste domingo

SP anuncia fase de transição na pandemia a partir deste domingo

Esta nova etapa do plano de flexibilização econômica durará duas semanas, segundo informou o vice-governador Rodrigo Garcia

  • São Paulo | Do R7

O governo do Estado de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (16), em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, a criação de uma fase de transição no Plano SP, entrando em vigor a partir deste domingo (18). Atividades comerciais estarão permitidas das 11h às 19h e as celebrações religiosas poderão ser feitas com restrições.

Esta nova etapa do plano de flexibilização econômica durará duas semanas, segundo o vice-governador Rodrigo Garcia. A fase de transição terá retorno seguro e gradativo das atividades presenciais, toque de recolher, teletrabalho para atividades administrativas e escalonamento da entrada e saída de atividades. Nesta fase, todo o estado continua seguindo uma regra única.

Veja abaixo o que pode funcionar na fase de transição:

Veja a mudança no Plano São Paulo

Veja a mudança no Plano São Paulo

Reprodução/Governo do Estado de SP
Veja o que pode funcionar na fase de transição do Plano SP

Veja o que pode funcionar na fase de transição do Plano SP

Reprodução/Governo do Estado de SP

Falta de kit intubação

Mais de 60% das cidades de São Paulo têm serviços municipais sem kit intubação, segundo estudo divulgado pelo Cosems-SP (Conselho de Secretários Municipais de Saúde de São Paulo).

A falta dos bloqueadores neuromusculares e sedativos, medicamentos necessários para intubação, motivou o envio de nove ofícios – ao longo de 40 dias – do governo do Estado ao Ministério da Saúde para garantir o suprimento desta demanda. Segundo a gestão estadual, não houve resposta.

Em coletiva na quarta-feira (14), o governador João Doria classificou o fato como um “gravíssimo erro do Ministério da Saúde de confiscar os insumos necessários. Nenhum governo estadual ou prefeitura pode adquirir insumos de empresas porque elas receberam o confisco do governo federal”, disse Doria.

Últimas