SP anuncia protocolo de testagem para empresas na retomada

Protocolo se divide em quatro blocos, formados por medidas de prevenção, triagem, testagem e contenção. Foram realizados 200 mil testes no estado

Testes de covid-19

Testes de covid-19

Ueslei Marcelino/Reuters

Os protocolos de testagem de covid-19 que devem ser adotados pelo setor privado na retomada econômica em São Paulo foram anunciados em entrevista coletiva do governo estadual nesta sexta-feira (29). O programa vai orientar gestores de empresas pra prevenção e monitoramento de condições de saúde de funcionários, colaboradores e fornecedores da segurança de clientes, afirmou o governador João Doria.

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

Os protocolos foram definidos com a Vigilância em Saúde do Estado e orientam como as empresas poderão aderir de forma voluntária à realização e à periodicidade de testes. Os testes nas empresas complementam a estratégia do Governo de São Paulo para monitorar a pandemia e se somam a 3,3 milhões de testes comprados pelo estado.

O secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, anunciou que o protocolo se divide em quatro blocos: prevenção, triagem, testagem e contenção. 

Leia também: Região metropolitana de São Paulo terá cinco divisões na retomada

No trabalho de prevenção, as empresas devem reforçar medidas divulgadas no Plano São Paulo, como distanciamento social, uso de máscaras, higiene das mãos, limpeza do ambiente de trabalho e afastamento de sintomáticos.

Na etapa de triagem, a recomendação é que as empresas apliquem um questionário de monitoramento dos sintomas para identificar e isolar casos suspeitos. Em seguida, vem a fase de testagem, com orientações sobre tipo e função de testes, fluxo de operacionalização, encaminhamentos e notificação dos casos.

Veja também: SP: Entenda como será a quarentena com flexibilização progressiva

A fase de contenção prevê orientações sobre como comunicar resultados dos testes para os funcionários e a adoção de medidas de contenção em caso de testes positivos na empresa.

A ampliação da testagem para empresas privadas segue o plano estadual que já realizou cerca de 200 mil testes em todo o estado, sendo metade deles de testes rápidos e a outra metade de RT-PCR, de acordo com o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus no estado, Dimas Covas. 

Leia também: SP tem 18,9 mil altas de covid-19, valor 3 vezes superior às mortes

O estado de São Paulo registra nesta sexta 95.865 mil casos confirmados de covid-19 e 6.980 mortes provocadas pela doença. A taxa de ocupação dos leitos de UTI em todo o estado é de 70,7%. Na Grande São Paulo, a taxa é de 83,1%. O número de pacientes internados com covid-19 em UTIs é de 4.176 e em enfermarias, 7.153. Em todo o estado, 19.665 pessoas se curaram e voltaram para casa.