SP: Após negociação, gerente de mercado mantida refém é liberada

Homem rendeu a funcionária por volta de 7h30 no Paraíso. Equipes cercaram o local para que a vítima fosse libertada. Ela recebe atendimento médico

Após negociação, gerente de mercado mantida refém é liberada

Após negociação, gerente de mercado mantida refém é liberada

Reprodução / Record TV

A gerente de um mercado que era mantida refém dentro do estabelecimento comercial na avenida Bernardino de Campos, altura do número 200, no Paraíso, zona sul de São Paulo, acaba de ser liberada. As informações são da Record TV. A vítima foi encaminhada para atendimento médico. Ela estava nervosa, chorava, mas não tinha ferimentos.

Já o homem se rendeu, foi preso e acaba de ser levado para a viatura da polícia. Até o momento, não há informações sobre ele.

Leia mais: 'Não se enxergam como servidores públicos, mas como casta', diz pesquisador sobre desembargador multado

Segundo a Polícia Militar, o homem invadiu o local por volta de 7h30 e rendeu a funcionária do Carrefour Express. Os dois estavam no fundo do mini mercado em uma sala. Ele não estava armado, mas havia objetos cortantes no entorno. Ainda não se sabe o motivo do crime, uma das possibilidades seria uma tentativa de assalto.

De acordo com as primeiras informações do denunciante, o suspeito teria algum transtorno mental.

Veja também: Sem controle efetivo, retreinar PM é insuficiente para conter abusos

O local é de grande movimentação, fica próximo à avenida Paulista. Mais de dez equipes cercaram a região. A avenida foi bloqueada.

Uma equipe do GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais) participou das negociações. A vítima ficou em poder do suspeito por cerca de uma hora até a libertação. O homem estava em contato com a central do Copom por telefone durante a negociação e os policiais tentavam fazer com que ele libertasse a vítima.