Coronavírus

São Paulo SP atinge recorde na vacinação aplicando 717,3 mil doses diárias

SP atinge recorde na vacinação aplicando 717,3 mil doses diárias

No total, 90,52% da população adulta do estado foi imunizada com a primeira dose e 27,76% completaram o esquema vacinal

  • São Paulo | Do R7

Estado de SP atinge nova marca de vacinação contra a covid-19 
e aplica 717,3 mil doses diárias

Estado de SP atinge nova marca de vacinação contra a covid-19 e aplica 717,3 mil doses diárias

Reprodução/Governo do Estado de São Paulo - 30.07.2021

O estado de São Paulo alcançou um novo recorde na aplicação de doses diárias da vacina contra a covid-19. A marca de 717,3 mil doses aplicadas nos 645 municípios foi atigida nesta sexta-feira (13).

O objetivo do governo é continuar acelerando ainda mais na imunização para que até segunda-feira (16) toda população adulta esteja vacinada com ao menos uma dose.

De acordo com os dados disponíveis na plataforma Vacina Já, foram aplicadas na última sexta-feira (13) 452.037 vacinas em primeira dose, 261.494 em segunda dose e 3.782 doses únicas.

Até as 8h deste domingo (15), foram aplicadas 43.731.623 doses no estado de São Paulo, sendo que 90,52% da população com mais de 18 anos foi imunizada com pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19. Além disso, 27,76% da população geral do estado já estão com o esquema vacinal completo, ou seja, tomaram duas doses ou receberam uma vacina de dose única.

A evolução diária da vacinação em São Paulo pode ser acompanhada no site do Vacinômetro. O painel tem dados detalhados sobre doses aplicadas por município, distribuição de doses, ranking de vacinação, ranking de aplicação das doses distribuídas, evolução da aplicação de doses e estatísticas gerais do PEI (Plano Estadual de Imunização).

Calendário

Após sucessivos adiantamentos do cronograma do PEI (Plano Estadual de Imunização), a campanha de vacinação prossegue em ritmo acelerado. A previsão é de que a partir de 18 de agosto seja iniciada a imunização de jovens com idade entre 12 e 17 anos, iniciando-se por aqueles com deficiência, comorbidades, gestantes e puérperas. Até a primeira quinzena de setembro, todo o público nessa faixa etária já deverá estar vacinado com pelo menos uma dose da vacina.

Últimas