Novo Coronavírus

São Paulo SP: bailes funk na Brasilândia tiram sono de moradores com som alto

SP: bailes funk na Brasilândia tiram sono de moradores com som alto

Evento, que desrespeita o isolamento social, ocorre todos finais de semana na rua Padre Achilles Silvestre, com bebidas e aglomeração

  • São Paulo | Edilson Muniz, da Agência Record

 Bailes funk na Brasilândia, zona norte de SP, tiram sossego de moradores com som alto

Bailes funk na Brasilândia, zona norte de SP, tiram sossego de moradores com som alto

Reprodução

Mais um baile funk foi denunciado na noite desta terça-feira (20) e madrugada de quarta-feira (21) na rua Padre Achilles Silvestre, no bairro da Brasilândia, zona norte de São Paulo.

No último domingo (18), os moradores reclamaram do baile que acontece no local e disseram que os jovens se reúnem todos os finais de semana. O grupo gera aglomerações, desrespeita as medidas de contenção da covid-19, além de causar incômodo à vizinhança, com som alto e barulho de motos.

Os vídeos mostram, mais uma vez, os jovens consumindo bebidas alcoólicas com música alta, sem o uso de máscaras e desrespeitando a orientação de distanciamento social.

A 3ª Companhia do 18° Batalhão de Polícia Militar realiza o patrulhamento na região e afirma que os chamados para perturbação de sossego na área são comuns, mas que, após os bailes já estarem instalados, a quantidade de pessoas comparada ao efetivo policial não permite que os agentes consigam encerrar a festa.

Segundo a Polícia Militar, quando os PMs conseguem dispersar a multidão, após a saída das viaturas, o grupo se reúne novamente em outros pontos ou até no mesmo local de antes e continuam a festa.

Últimas