São Paulo SP bate 37,1°C e volta a ter segundo dia mais quente da história

SP bate 37,1°C e volta a ter segundo dia mais quente da história

Capital repetiu marca de quarta-feira (30), que entrou na lista dos dias mais quentes em segundo lugar. Temperatura abaixa a partir do fim de semana

  • São Paulo | Do R7

Chuva só deve vir neste fim de semana, com chegada de frente fria

Chuva só deve vir neste fim de semana, com chegada de frente fria

RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 01.10.2020

Após uma quarta-feira (30) com a segunda temperatura mais alta da história da capital e a maior registrada em 2020, com 37,1°C, a cidade de São Paulo voltou a bater a temperatura e teve, nesta quinta-feira (1), outro dia entre os mais quentes já registrados desde 1943, início da série histórica. 

Leia mais: Cidades do interior de SP registram recordes históricos de calor

O número foi marcado pelo INMET (Instituto Nacional de Meteorologia), na estação do Mirante de Santana, na zona norte de São Paulo. A temperatura mais alta da história segue sendo os 37,8ºC registrados no dia 17 de outubro de 2014. 

Por causa da baixa umidade do ar, a Defesa Civil Municipal decretou estado de atenção na capital. Somente a partir do meio da noite que os percentuais de umidade se elevam gradualmente.

A tendência para sexta-feira (2) é de máxima em torno dos 36°C, sendo que as temperaturas devem abaixar com a chegada de chuvas no final de semana.

De acordo com o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas) da preifeitura de São Paulo, uma nova frente fria de fraca atividade deve passar pelo litoral paulista no final de semana, provocando queda de temperatura e diminuindo a intensidade do calor.

Últimas