Novo Coronavírus

São Paulo SP cancela Operação Descida: 'Não venham', diz prefeito de Santos

SP cancela Operação Descida: 'Não venham', diz prefeito de Santos

Com taxa de ocupação em 80%, cidades do litoral se preocupam com turismo depois da antecipação de feriados na capital paulista

  • São Paulo | Do R7

Praias foram fechadas e prefeitos devem endurecer fiscalização

Praias foram fechadas e prefeitos devem endurecer fiscalização

LEO ORESTES/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO - 12/03/2021

Os prefeitos do litoral, liderados pelo prefeito de Santos, Rogerio Santos, fizeram um apelo público para que turistas não desçam para a Baixada Santista durante o feriadão de dez dias criado pelo prefeito de São Paulo. No total, cinco feriados foram antecipados na capital.

O Governo do Estado de São Paulo também cancelou oficialmente a "Operação Descida" para desencentivar e ajudar a controlar o fluxo de circulação de pessoas para o litoral. "Queremos deixar claro com esse cancelamento que quarentena não é férias", disse o vice-governador, Rodrigo Garcia.

"Agradecemos a sensibilidade do governo. É um apelo que fazemos porque há 14 dias tínhamos 44% de ocupação de leitos e hoje estamos em 80%. Os hospitais particulares estão pedindo vaga ao SUS e o decreto de São Paulo impacta no turismo na Baixada, onde muitos têm seus segunda residência", reforçou o prefeito de Santos.

O estado estuda ainda fazer blitzes educativas, envolvendo as polícias e concessionárias. Os prefeitos da Baixada Santista também vão se reunir para adotar outras medidas em conjunto. Algumas praias já estão fechadas e em Santos também haverá interdição do calçadão a partir deste sábado (20).

Desconforto

Mais cedo, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), criticou nesta sexta-feira (19) a decisão da Prefeitura de São Paulo de anunciar a antecipação de cinco feriados sem antes comunicar o governo do estado sobre a medida, que gerou mal estar entre os prefeitos do litoral.

"Prefeituras têm autonomia para decisões, reconhecemos isso, mas há certas decisões que o bom senso recomenda que sejam compartilhadas previamente com o governo porque implicam em impacto nas cidades vizinhas", afirmou Doria.

O prefeito Bruno Covas (PSDB) emitiu nota sobre as críticas que recebeu"Aqui na Prefeitura tem menos falação, foco no trabalho e colaboração", disse Covas. "Faço o máximo que posso para defender o povo da minha cidade. Sempre aberto a colaborar com outras cidades e com o governo do Estado. Mas cada um precisa assumir suas responsabilidades", finalizou o prefeito.

Últimas