Coronavírus

São Paulo SP conclui distribuição de vacinas contra covid-19 com antecedência

SP conclui distribuição de vacinas contra covid-19 com antecedência

Governo do estado anuncia conclusão da entrega de 145 mil doses a 75 destinos, nesta quinta-feira (21), 24h antes do prazo inicial

  • São Paulo | Do R7, com informações da Agência Record

Carregamento da CoronaVac chega a São Paulo para distribuição pelo Instituto Butantan

Carregamento da CoronaVac chega a São Paulo para distribuição pelo Instituto Butantan

Carla Carniel/Reuters - 18.01.2021

O governo do estado de São Paulo anunciou nesta quinta-feita (21) a conclusão da distribuição de vacinas contra a covid-19 com 24h de antecedência em relação ao prazo inicial após a entrega mais 145 mil doses produzidas pelo Instituto Butantan para 75 destinos. A gestão estadual credita a antecipação do prazo à otimização de rotas e agilidade na dinâmica.

Os caminhões, escoltados pela Polícia Militar, devem sair do Centro de Distribuição de Logística, na capital paulista, aos destinos estabelecidos até a sexta-feira (22).

Os novos pontos incluem 68 cidades e sete GVEs (Grupos de Vigilância Epidemiológica) nas seguintes regiões: São João da Boa Vista, Assis, Campinas, Presidente Prudente, Grande São Paulo e Piracicaba. Os GVEs farão a subdivisão para cidades menores em suas áreas de atuação.

Ainda conforme informou o governo estadual, no decorrer desta semana, as 645 cidades devem receber seus quantitativos iniciais. Diariamente, a Secretaria Estadual da Saúde tem divulgado os destinos e quantitativos com o objetivo de dar transparência aos estoques previstos para cada local.

Prioridades

Neste primeiro momento, profissionais de saúde, idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência com mais de 18 anos vivendo em instituições de longa permanência, indígenas aldeados e quilombolas receberão as doses, com o apoio de equipes da atenção primária do SUS, segundo as estratégias adequadas ao cenário local. A inclusão de novos grupos populacionais será norteada pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde.

A divisão das grades foi baseada no quantitativo proporcional de vacinas previsto para São Paulo conforme o PNI. O total de 1,5 milhão de doses é a referência para trabalhadores de saúde baseado na última campanha de vacinação contra a gripe. Esta mesma referência é utilizada para cálculo das grades regionais e para cada cidade.

A campanha de imunização contra a covid-19 em São Paulo será desenvolvida segundo a disponibilidade das remessas do órgão federal. À medida que o Ministério da Saúde viabilizar mais doses, as novas etapas do cronograma e públicos-alvo da campanha de vacinação contra a COVID-19 serão divulgadas pelo Governo de São Paulo.

Quais os principais desafios da vacinação contra covid no Brasil:

Últimas