São Paulo SP cria comissão médica para monitorar a volta às aulas

SP cria comissão médica para monitorar a volta às aulas

Comissão contará com especialistas nas áreas de pediatria, infectologia e epidemiologia. Anúncio foi feito nesta segunda (1ª)

  • São Paulo | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Governo de SP criou comissão médica para orientar a volta às aulas presenciais no Estado
  • A comissão contará com especialistas nas áreas de pediatria, infectologia e epidemiologia
  • O comitê trabalhará de forma integrada ao Centro de Contingência da covid-19
Anúncio foi feito nesta segunda-feira

Anúncio foi feito nesta segunda-feira

Daniel Teixeira/Estadão Conteúdo - 28.01.2021

O governo de São Paulo criou uma comissão médica da educação para orientar a volta às aulas presenciais em todo o Estado. A medida foi anunciada nesta segunda-feira (1º) por João Doria.

A comissão contará com especialistas nas áreas de pediatria, infectologia e epidemiologia, e contribuirá, segundo o governador paulista, com suporte técnico e cientifico para que a volta às salas de aula ocorra de forma segura para estudantes e profissionais da rede estadual de educação.

O comitê trabalhará de forma integrada ao Centro de Contingência da covid-19.

Das medidas anunciadas na coletiva, o comitê irá acompanhar os registros de sintomas da covid-19, o monitoramento de contatos, a indicação de UBS à qual o aluno ou profissional foi encaminhado e a segurança do armazenamento das informações.

Veja também: SP anuncia carga extra de insumos para 8,7 mi de doses da CoronaVac

Segundo a apresentação feita pelo secretário Rossieli Soares, da pasta da educação, a principal ferramenta do comitê para evitar surtos será o monitoramento de possíveis casos.

Entre os profissionais indicados para o comitê, foram divulgados os nomes da intectologista Luciana Becker, do diretor do Hospital do Rim, José Medina, da pediatra e coordenadora do Plano de Imunização estadual, Helena Sato, do epidemiologista Wanderson Oliveira e do pediatra e infectologista Marco Aurélio Safadi.

Últimas