São Paulo SP cria unidade móvel para atender população em situação de rua

SP cria unidade móvel para atender população em situação de rua

Ônibus é usado como estrutura física do Centro, que vai atender agora na avenida José César de Oliveira, na Vila Leopoldina

Cidade de SP lança unidade móvel para atender população em situação de rua

Cidade de SP lança unidade móvel para atender população em situação de rua

Divulgação / Prefeitura de SP

A Prefeitura de São Paulo criou o Centro de Promoção e Defesa dos Direitos da População de Rua, uma unidade móvel que utiliza um ônibus como estrutura física. O serviço da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania é novidade no país e foi lançado nesta sexta-feira (27).

Nos primeiros dias de operação, o centro móvel vai atender na avenida José César de Oliveira, altura do número 111, na Vila Leopoldina, zona oeste da capital.

Segundo o prefeito Ricardo Nunes (MDB), o serviço pretende circular por locais de grande circulação da população em situação de rua. “É uma forma de a prefeitura estar mais próxima dessas pessoas para poder acolher e fazer a orientação”, explicou.

O equipamento é similar ao já instalado em Belo Horizonte (MG), mas com operação em local fixo. Em São Paulo, o dispositivo vai atender de forma itinerante, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h, e aos sábados, das 10h às 16h.

Segundo a prefeitura, a população será atendida na unidade móvel por uma equipe multidisciplinar composta por coordenadora, educadora, advogada e assistente social, com experiência no atendimento a pessoas em situação de rua. 

Encaminhamento

Após identificar a necessidade da pessoa atendida, a equipe vai encaminhá-la para os serviços públicos mais adequados às necessidades, explicando como eles funcionam e podem ser acessados. Nos casos de violação de direitos, a manifestação será encaminhada à Ouvidoria de Direitos Humanos.

De acordo com a prefeitura, o centro pretende desenvolver ações de formação e educação em direitos humanos para agentes públicos ou privados e realizar atividades coletivas.

“A entrega de um equipamento como esse, que garante atendimento acessível e itinerante às pessoas em situação de rua, dialogando olho no olho com elas, é uma medida transformadora”, afirmou a secretária municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Claudia Carletto.

Guia PopRua

Nesta sexta, também foi lançado o Guia PopRua, publicação que reúne informações sobre equipamentos disponíveis e direitos da população em situação de rua, indicando onde e como acessá-los.

O guia aborda questões como a conduta profissional nas abordagens policiais, como encontrar centros de acolhida, locais para alimentação e higiene, entre outros. 

Últimas