Novo Coronavírus

São Paulo SP deve anunciar liberação de comércio aos finais de semana

SP deve anunciar liberação de comércio aos finais de semana

Expectativa é que governo volte a permitir também funcionamento das 20h às 6h nos dias úteis. Coletiva acontece às 12h45

O governo estadual deve anunciar nesta quarta-feira (3) a redução das restrições ao comércio estabelecidas pelo Plano São Paulo após uma redução nos casos, internações e morte por covid-19. A expectativa é que o anúncio seja realizado em entrevista coletiva marcada para as 12h45 no Palácio dos Bandeirantes, na zona sul da capital. 

A medida pode passar a valer já no próximo fim de semana.

Movimento no Calçadão da 13 de Maio, ponto de comércio da cidade de Campinas, interior de São Paulo

Movimento no Calçadão da 13 de Maio, ponto de comércio da cidade de Campinas, interior de São Paulo

KAREN FONTES / CÓDIGO19 / ESTADÃO CONTEÚDO -

Atualmente as regiões do estado estão classificadas em apenas duas fases: vermelha e laranja, as de maiores restrições. No entanto, as regiões da fase laranja devem seguir os mesmos protocolos da vermelha entre 20h e 6h nos dias úteis e também aos finais de semana e feriados. 

Estão na fase laranja as regiões de Presidente Prudente, Sorocaba, Registro, Araçatuba, São José do Rio Preto, Araraquara, São João da Boa Vista, Piracicaba, Campinas, a Baixada Santista e a região metropolitana da capital. Na fase vermelha, foram classificadas Marília, Bauru, Barretos, Franca, Ribeirão Preto e Taubaté.

Na sexta-feira (5), o governo deve anunciar a reclassificação das regiões do Plano São Paulo. 

Fase vermelha


Nos períodos de fase vermelha, funcionam somente os serviços considerados essenciais, como farmácias, supermercados e padarias, açougues, postos de combustíveis, lavanderias, meios de transportes, oficinas de veículos, atividades religiosas, hoteis, pousadas, bancos, pet shops e serviços de entrega.

O atendimento presencial em restaurantes, comércios e lanchonetes fica proibido, mas os serviços de entrega podem funcionar normalmente. Shopping centers, academias, salões de beleza e barbearias também não podem abrir. Eventos, convenções e atividades culturais presenciais estão proibidas.

Fase laranja


Na fase laranja, para a qual a capital e mais dez regiões voltam durante os dias de semana entre 6h e 20h, podem funcionar comércios e serviços, exceto o atendimento presencial em bares. A capacidade de ocupação prevista é de 40% de público nos estabelecimentos. O funcionamento máximo por dia dos estabelecimentos é de 8 horas, no período após as 6h e antes das 20h, incluindo restaurantes, academias, eventos, convenções e atividades culturais, salões de beleza e barbearias.

Casos e óbitos

Os óbitos por covid-19 tiveram queda nas últimas duas semanas epidemológicas, mas seguem superiores aos registrados entre setembro e dezembro de 2020.

No caso de internações, por exemplo, a média foi de 1.545 por dia na última semana, taxa que foi de 1.685 na semana anterior, de 1.747 na segunda semana de janeiro e de 1.565 na primeira semana epidemiológica do mês. São registros semelhante aos de agosto.

No caso dos óbitos, a média diária foi de 219 novos registros diários, semelhante à da semana anterior, que foi de 220. Na primeira e na segunda semana de janeiro, essa média foi de 227 e 220 mortes, respectivamente. Assim como nas internações, esses registros são superiores aos dos últimos quatro meses de 2020, assemelhando-se à média de agosto.

Últimas