Coronavírus

São Paulo SP deve testar todas os casos suspeitos, recomenda MP

SP deve testar todas os casos suspeitos, recomenda MP

Órgão fez recomendações pra que o Governo Estadual amplie testes para todos os casos suspeitos e melhore a transparência dos dados no Estado

  • São Paulo | Do R7

Testes estavam limitados para casos graves no Estado de São Paulo

Testes estavam limitados para casos graves no Estado de São Paulo

Lucas Landau/Reuters – 25.03.2020

O Ministério Público de Contas emitiu, nesta segunda-feira (30), uma série de propostas dirigidas ao governo paulista de medidas que precisam serem revistas para ampliar o combate contra a pandemia de Covid-19.

Entre as recomendações, o MPC pede que o governo se programe para realizar testes em todos os casos suspeitos e não somente em casos considerados graves ou para profissionais de saúde.

"Nesse contexto, necessário que o Estado de São Paulo se programe, de modo que possa contar com pessoal treinado e instalações físicas adequadas para a realização de testes RT-PCR (em laboratórios) e de testes rápidos (nas unidades de saúde e em postos volantes), inclusive para casos mais leves de complicações respiratórias que possam estar associados à Covid-19", afirma o documento, assinado pelo Procurador-Geral do Ministério Público de Contas Thiago Pinheiro Lima.

No documento, é solicitado também que seja revisto o protocolo de notificação de casos de coronavírus, em que o Governo de São Paulo limitou as notificações aos casos graves, resultando em uma "mudança" que "afeta negativamente a transparência das estatísticas estaduais".

"Assim, qualquer paciente que possa se enquadrar no critério de caso suspeito e que tenha se dirigido a alguma unidade de saúde do Estado, ainda que não tenha sido testado por alegada falta de insumos, deveria, no mínimo, ser registrado para fins de posterior informação ao Ministério da Saúde, que é responsável por repassar os dados à OMS", concluiu o documento.

Últimas