São Paulo SP distribui cartão alimentação a 1 milhão de alunos da rede municipal

SP distribui cartão alimentação a 1 milhão de alunos da rede municipal

Em quarta etapa da ampliação, medida irá beneficiar, segundo a administração municipal, mais 423 mil estudantes. Custo é de R$ 200 milhões

  • São Paulo | Do R7

Prefeito Bruno Covas (PSDB) falou sobre ações de combate à covid-19 em São Paulo

Prefeito Bruno Covas (PSDB) falou sobre ações de combate à covid-19 em São Paulo

Reprodução

Os cartões alimentação, distribuídos às famílias de crianças matriculadas na Rede Municipal de Ensino em situação de vulnerabilidade social e cadastradas no Programa Bolsa Família, serão entregues à um milhão de estudantes da rede municipal. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (30) pelo prefeito de São Paulo Bruno Covas durante coletiva de imprensa virtual. 

Leia mais: Cidade de SP tem 1,32 milhão de imunes a covid-19, diz estudo

Por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), a administração municipal estenderá a entrega de cartões alimentação para um milhão estudantes da rede municipal.

"A partir de hoje vamos universalizar o envio do cartão para todos os alunos da rede municipal para receber o cartão alimentação. O cartão será enviado para a escola dos alunos. Passaremos a atender as demais 360 mil crianças que desejarem receber, a partir de agosto", diz Bruno Covas. 

Veja também: Prefeitura de SP reabre unidades do Telecentro a partir de hoje

Nessa quarta etapa da ampliação, a medida irá beneficiar, segundo a administração muncipal, mais 423 mil estudantes. A medida custará R$ 200 milhões aos cofres municipais.

Para ter acesso ao benefício, as famílias devem preencher um formulário disponível a partir desta quinta-feira (30) e ficará disponível até 09 de agosto.

Para solicitar o benefício, as famílias deverão informar nome completo do estudante, etapa que o aluno está matriculado, nome da escola, data de nascimento, CPF do estudante, entre outros. Os dados deverão ser informados corretamente, caso contrário serão desconsiderados.

A Secretaria Municipal de Educação fará a checagem dos dados informados e após a verificação encaminhará as informações para a empresa responsável. Após este trâmite, as equipes gestoras das escolas receberão a relação de estudantes contemplados nesta nova fase. A distribuição começará em setembro.

Os novos cartões serão enviados às escolas municipais, que deverão entrar em contato com os pais e responsáveis para realizarem a entrega, respeitando as orientações sanitárias de distanciamento social, decorrente da pandemia.

Os valores disponibilizados permanecem os mesmos das fases anteriores. As crianças matriculadas em Centros de Educação Infantil (CEIs) receberão R$ 101,00. Os alunos das Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) terão R$ 63,00 e os estudantes do Ensino Fundamental R$ 55,00.

Cartão Merenda

Em abril, a prefeitura começou a distribuir cartões alimentação às famílias de crianças matriculadas na Rede Municipal de Ensino em situação de vulnerabilidade social e cadastradas no Programa Bolsa Família. Atualmente, cerca de 600 mil estudantes já possuem direito ao benefício.

Últimas