Coronavírus

São Paulo SP diz que ministério desabilitou mais de 3 mil leitos para covid-19

SP diz que ministério desabilitou mais de 3 mil leitos para covid-19

Ao todo, o estado de São Paulo perde 3.258 leitos de UTI exclusivos para o tratamento do novo coronavírus financiados pelo SUS

  • São Paulo | Do R7

Segundo governo, ministério desabilitou mais de três mil leitos

Segundo governo, ministério desabilitou mais de três mil leitos

Suamy Beydoun/Agif - Agência de Fotografia/Estadão Conteúdo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) afirmou que o Ministério da Saúde desabilitou mais de três mil leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) específicos para o tratamento da covid- 19 em todo o estado. A informação, classificada por ele como "denúncia", foi dita durante a coletiva desta sexta-feira (5).

Ainda segundo o governador, mesmo com a segunda onda, nova variante e o agravamento da pandemia no país, o ministério teria tomado um decisão de viés político. Ao todo, o estado de São Paulo perdeu 3.258 leitos financiados pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

"O ministério quebra o pacto federativo ao desabilitar esses leitos", disse Doria que ainda afirmou que irá judicializar a questão.

De acordo com Jean Gorinchteyn, secretário Estadual da Saúde, os cortes de custeio foram feitos em todo o país. Em São Paulo, dos quase 5 mil leitos ativos, apenas 564 foram habiltados, cerca 11% dos leitos disponíveis no estado. 

Mais tarde, o Ministério da Saúde publicou uma nota em que lista os repasses realizados ao governo do estado de São Paulo e afirma que o governador mente sobre a questão

Últimas