São Paulo SP: em queda, roubos seguidos de morte e homicídios batem recorde

SP: em queda, roubos seguidos de morte e homicídios batem recorde

Conforme as estatísticas oficiais do Estado, em maio deste ano houve 222 vítimas de assassinatos e 15 pessoas morreram em latrocínios

Estatísticas SSP

Homicídios e latrocínios caíram em SP

Homicídios e latrocínios caíram em SP

Edu Garcia / R7 / 20.07.2018

As vítimas de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) e latrocínios (roubos seguidos de morte) seguem caindo e bateram recorde histórico no mês de maio no Estado de São Paulo, conforme os dados divulgados pela SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública) nesta terça-feira (25).

De acordo com as estatísticas oficiais do Governo de São Paulo, 222 pessoas foram assassinadas no Estado em maio deste ano — o número é o menor para o mês desde o início da série histórica, em 2001. Considerando as mortes em um mesmo mês, o menor número é de fevereiro deste ano, com 212 homicídios.

Leia também: No 1º tri de Doria, PM mata mais e morre menos

Já os casos de latrocínio, em queda todos os meses deste ano, vitimaram 15 pessoas em maio de 2019. O número também é o menor da série histórica. No acumulado de 2019, o Estado teve 69 vítimas de latrocínio. No mesmo período do ano passado, 113 pessoas morreram depois de serem assaltadas.

Outros crimes

Os registros de estupros no Estado de São Paulo tiveram alta de 4,1%, passando de 1.036 para 1.078 no mês de maio deste ano. Com a atualização, o acumulado do ano fica em 5.140 registros de estupros.

Os roubos em geral diminuíram 11,5%. Conforme os dados oficiais do governo, foram 21.390 no quinto mês de 2019, ante 24.178 em maio do ano passado. O total é o menor desde 2013 (21.209).

Os roubos de carga recuaram 14,2% em maio, passando de 662 para 568. Os roubos a banco reduziram de nove para um na comparação do quinto mês deste ano com ano passado. O total é o menor da série histórica.

Os casos de roubos de veículos apresentaram redução de 21%. A soma de boletins de ocorrência desta natureza caiu de 5.173 para 4.089. Com 1.084 casos a menos, o resultado é a menor quantidade da série.

Os furtos em geral subiram 11,6% chegando a 46.625 casos registrados no mês de maio. Já os furtos de veículos caíram 1,1%, passando de 8.140 para 8.052. É o menor total contabilizado desde o início da série histórica.

*Com supervisão de Ingrid Alfaya