São Paulo SP: empresário invade condomínio de luxo com Ferrari ao fugir da PM

SP: empresário invade condomínio de luxo com Ferrari ao fugir da PM

Suspeito é detido por desacato e embriaguez após acelerar depois de PM constatar irregularidades na documentação do carro, em Alphaville

Suspeito acelerou e quebrou a cancela para entrar no condomínio

Suspeito acelerou e quebrou a cancela para entrar no condomínio

Reprodução/Record TV

Um empresário de 36 anos foi detido por desacato e embriaguez depois de fugir da PM com uma Ferrari durante uma abordagem ocorrida em frente a um condomínio de luxo em Alphaville, bairro de Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo, na madrugada de domingo (29).

Leia também: Fernando Haddad encolhe e perde relevância, assim como o PT

Segundo a Polícia Militar, o veículo passou em alta velocidade por uma viatura e, após a  ordem de parada, o empresário parou somente em frente ao local onde mora. O motorista apresentava sinais de embriaguez. Após uma consulta no sistema, os PMs constataram que havia irregularidades na documentação no veículo.

Ainda de acordo com a a versão da PM, o homem teria entrado novamente na Ferrari, alegando que pegaria a documentação válida, mas aproveitou o momento e entrou no condomínio com o carro. Ele quebrou a cancela da portaria para forçar o acesso.

A PM diz ainda que, na tentativa de impedir a ação do empresário, os policiais militares foram xingados e ofendidos. No entanto, os agentes entraram no condomínio e renderam o empresário na sua residência. Houve reação à prisão.

Outro lado

O empresáriso contou que voltava da inauguração de um restaurante e que estava cansado, mas negou que tivesse consumido bebida alcoólica. Ele disse ainda que, após fugir com o carro, os policiais o tiraram à força da sua residência e que um deles teria chutado a sua esposa.

O empresário foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) da região para a realização de exames, após reclamar da truculência na qual foi detido.

O caso foi registrado na Delegacia de Santana de Parnaíba como embriaguez ao volante, desacato e resistência à prisão. A Ferrari foi apreendida e encaminhada ao pátio de Carapicuíba, cidade vizinha ao local da ocorrência.

Últimas