Novo Coronavírus

São Paulo SP endurece bloqueios de trânsito até às 10h nesta terça (5)

SP endurece bloqueios de trânsito até às 10h nesta terça (5)

Prefeitura intensifica medida para estimular a adesão ao isolamento social. Só ônibus e veículos de emergência vão trafegar nas vias fechadas

Prefeitura de SP intensifica bloqueios iniciados na segunda-feira (4)

Prefeitura de SP intensifica bloqueios iniciados na segunda-feira (4)

ESTADÃO CONTEÚDO - 4.5.2020

Apenas ônibus e veículos de serviços e saúde poderão circular nesta terça-feira (5), de 6h às 10h, em vias bloqueadas pela prefeitura de São Paulo. A ação faz parte de uma tentativa de desestimular a circulação de automóveis e aumentar a adesão ao isolamento social durante a pandemia do novo coronavírus.

A taxa de isolamento social em São Paulo, medido pelo SIMI-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente), revelou que, no domingo (3), 59% das pessoas ficaram em casa. Os números divulgados no decorrer da semana, porém, mostraram um taxa de isolamento inferior a 50%, o mínimo definido pela gestão municipal como necessário para conter o avanço da pandemia. Prefeitura e governo do estado lidam com uma taxa ideal de 60% a 70%.

Leia também: Governo de SP torna obrigatório o uso de máscaras contra coronavírus

Os bloqueios serão montados no sentido centro, nas seguintes vias:

- Zona Sul: Av. Moreira Guimarães x Av. Jurema (interditando a Rubem Berta em direção ao centro), com bloqueio complementar na Rua Luís Góis;
- Zona Norte: Av. Santos Dumont x Av. do Estado (jogando tráfego para a pista lateral somente);
- Zona Leste: Av. Radial Leste x Vd. Bresser (jogando para pista lateral);
- Zona Oeste: Av. Francisco Morato x Av. Morumbi (somente faixa de ônibus na Francisco Morato e carros desviados para Av. Morumbi), Bloqueio complementar na Rua Sapetuba X Rua Martins.

Haverá também blitzes educativas, em outros três endereços, de 7h às 9h:
- Av Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 5241, na Vila do Encontro
- Av Santa Catarina,1523, na Vila Mascote
-  Avenida Peri Ronchetti, altura do nº 900, na Cachoeirinha

Trata-se de um endurecimento em relação que foi realizado na segunda-feira (4), primeiro dia de adoção dos bloqueios, realizados de 7h às 9h, com faixas interditadas, mas liberação do tráfego a todos os veículos.

Como reflexo, São Paulo registrou um pico de lentidão de 21 km às 8h. O número foi o mesmo registrado na segunda-feira (27), também às 8h, quando a cidade possuía apenas bloqueios de vias em caráter pedagógico.

Na ocasião, a CET  (Companhia de Engenharia de Tráfego) registrou 21 km na parte da manhã e 22 km às 18h30. O recorde de lentidão durante a toda quarentena ocorreu no dia 30 de abril, quando a cidade registrou 38 km às 18h30.

Por conta do avanço da pandemia do novo coronavírus, a CET passou a realizar o monitoramento da lentidão na cidade em parceria com o aplicativo Waze.

Com isso, a CET registrou maior índice de lentidão nos dias 22 de abril (com 19 km, às 8h, e 27 km, às 18h30), dia 24 (com 11 km, às 8h, e 25 km, às 17h30), dia 27 (com 21 km, às 8h, e 22 km, às 18h30), dia 29 (com 15 km, às 8h, e 21 km, às 18h30), dia 30 (com 17 km, às 8h, e 38 km, às 18h30) e dia 4 (com 21 km, às 8h).

Últimas