São Paulo SP: furtos crescem 56% no mês de abril deste ano em relação a 2020

SP: furtos crescem 56% no mês de abril deste ano em relação a 2020

Estupros também aumentaram na mesma comparação, segundo o governo estadual. Homicídio, sequestros e roubo a bancos caíram

  • São Paulo | Cesar Sacheto, do R7

Avenida Paulista é região onde há vários casos de furtos e roubos na cidade de SP

Avenida Paulista é região onde há vários casos de furtos e roubos na cidade de SP

RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 25.5.2021

Os registros de furtos no estado de São Paulo cresceram 56% em abril de 2021, comparados aos casos contabilizados em igual período do ano passado. Os dados, divulgados nesta terça-feira (25), estão disponíveis no site da SSP-SP (Secretaria da Segurança Pública de São Paulo). 

No mês passado, foram registradas 32.479 ocorrências de furto pela pasta, ante 20.797 em abril de 2020. No entanto, em relação ao mês anterior de 2021, houve ligeira queda: em março, foram contabilizados 33.160 furtos.

Já os furtos de veículos saltaram de 3.946 (abril de 2020) para 5.982 (2021). A comparação com o mês anterior também apresenta queda nos casos. Em março deste ano, houve um total de 6.301 ocorrências.

O estado ainda somou mais vítimas de latrocínio (roubo seguido de morte) no período. Foram 12 em abril do ano passado contra 13 neste ano. O total de estupros também cresceu no mesmo espaço de tempo. A quantidade de registros subiu de 661 para 915 casos entre abril de um ano e de outro.

Queda de homicídios intencionais

O balanço oficial das ocorrências registradas pela SSP-SP mostram que alguns tipos de crimes contra a vida apresentaram queda, se comparados os dados de abril deste ano com 2020.

O homicídios dolosos (mortes intencionais) recuaram 18,9% no quarto mês de 2021 —  caíram de 264 para 214.

Já em relação ao número número de vítimas, a queda foi de 16,2% — de 272 casos para 228. Segundo a pasta, são os menores índices desde o início da série história, em 2001.

Sequestros e roubo a bancos em baixa

Os casos de extorsão mediante sequestro também diminuíram em igual comparação (abril 2021 e abril 2020). Neste ano, não foram registradas ocorrências neste mês em todo o estado, enquanto o quarto mês do ano passado teve dois B.O.s (Boletins de Ocorrência) dessa natureza.

Também não houve casos de roubo a bancos no estado em abril deste ano, situação verificada no período pela primeira vez em 20 anos. Em abril de 2020, uma ocorrência desse tipo foi registrada.

Últimas