São Paulo SP: Jovem que denunciou PMs por estupro reaparece na casa dos pais

SP: Jovem que denunciou PMs por estupro reaparece na casa dos pais

Helen Caroline, de 18 anos, revelou que estava escondida na casa de um amigo e apontou um oitavo suspeito do crime

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Helen Caroline, de 18 anos, reapareceu na casa dos pais e apontou 8º suspeito

Helen Caroline, de 18 anos, reapareceu na casa dos pais e apontou 8º suspeito

Reprodução/Record TV

A jovem Helen Caroline, de 18 anos, que havia desaparido há alguns dias, após apontar sete policiais militares como autores de um abuso sexual coletivo e tráfico de drogas, retornou para a casa da família. Ela disse que decidiu voltar após ver a própria imagem na televisão.

Helen contou ainda que decidiu fugir de casa e que, durante o período do sumiço, permaneceu na casa de um amigo. No retorno para casa, em Vargem Grande, na Grande São Paulo, ela também apontou o dono de uma chácara como um oitavo participante dos abusos. "Achei até que era coleta deles, porque estava muito próximo dos outros", acrescentou a vítima.

A jovem já havia reconhecido um dos  envolvidos durante a apresentação do caso na Corregedoria da PM.  "Não sabia bem o que eu estava fazendo. Não tinha consciência daquele ato que estava fazendo com os policiais militares", disse a jovem em entrevista ao programa Cidade Alerta, da Record TV.

Helen contou que foi levada para uma chácara por três policiais em uma viatura e lá o grupo encontrou outros quatro policiais militares em outro carro oficial. A jovem contou que manteve relação sexual com todos eles, foi liberada às 6h da manhã e caminhou por dois quilômetros até chegar em casa.

O que diz a Polícia Militar

Em nota, a Corregedoria da Polícia Militar informou que tomou conhecimento da denúncia por meio do pai da jovem e a relação com os sete policiais militares teria sido consensual. Na ocasião, foi apresentada a quantidade de drogas que estavam guardadas no quarto de Helen.

Os sete policiais envolvidos na denúncia foram identificados e afastados das ruas. Em paralelo, um inquérito foi aberto para apurar os fatos.

Últimas