Coronavírus

São Paulo SP manda 445 pessoas ao fim da fila após recusa de vacina disponível

SP manda 445 pessoas ao fim da fila após recusa de vacina disponível

Em outras cidades do estado, prefeituras também estão adotando medidas para combater os chamados "sommeliers de vacina"

Agência Estado
Vacinação contra covid-19 na cidade São Paulo

Vacinação contra covid-19 na cidade São Paulo

Divulgação/Governo de SP - 19.01.2021

A SMS (Secretaria Municipal de Saúde) de São Paulo informou que, até esta segunda-feira (2), 445 pessoas assinaram um termo de recusa de vacina contra a covid-19 em função da marca do imunizante disponível no momento da aplicação.

O documento faz com que as pessoas que escolherem a vacina sejam direcionadas para o fim da fila. Em outras cidades do estado, prefeituras estão adotando medidas para combater os "sommeliers de vacina".

"A SMS esclarece que suas equipes trabalham para acolher e orientar, com escuta qualificada, todos os munícipes, para que eles compreendam a necessidade de tomar a vacina", afirma a nota. Segundo a secretaria, "na abordagem, são explicados detalhadamente os riscos de não ser imunizado e que a eficácia é semelhante entre todos os imunobiológicos disponíveis".

Na última terça-feira (27), uma lei sancionada pelo prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), pôs fim à possibilidade de escolher imunizantes nas unidades de saúde da cidade.

A legislação prevê que os cidadãos da capital que escolherem os imunizantes percam o direito de iniciar o esquema vacinal no período regular estabelecido pelo Programa Municipal de Imunização.

Campinas também não permite a escolha de imunizante e, em caso de recusa, as pessoas podem ser direcionadas para o fim da fila.

Além disso, o município do interior paulista está realizando o bloqueio de CPF para realizar novos agendamentos da 1ª dose no site da secretaria. Outra capital que já anunciou medidas para combater este comportamento foi Recife. Por lá, o sommelier fica bloqueado por 60 dias para agendar a imunização.

De acordo com o órgão de saúde de São Paulo, o município aplicou, até esta segunda-feira, 10.405.304 doses de vacina contra a covid-19, sendo 7.418.854 (primeira dose), 2.671.153 (segunda dose) e 315.297 doses únicas.

Últimas