São Paulo SP: mulher é presa após destruir celulares em loja de shopping

SP: mulher é presa após destruir celulares em loja de shopping

Ataque de fúria ocorreu em centro comercial na zona leste da capital paulista. Foi a segunda confusão que ela causou no local

  • São Paulo | Marcos Rosendo, da Agência Record

Mulher foi presa após destruir aparelhos eletrônicos

Mulher foi presa após destruir aparelhos eletrônicos

Reprodução

Uma mulher foi presa, na noite desta quinta-feira (14), após destruir vários aparelhos eletrônicos no Shopping Penha, na zona leste da cidade de São Paulo. A Record TV recebeu o vídeo que mostra a suspeita destruindo telefones celulares, tablets, vitrine e até o balcão de atendimento onde estavam o computador e telefones.

As imagens mostram a mulher dando golpes com o extintor em tudo o que vê pela frente. Os funcionários da loja saem para o corredor do shopping e assistem incrédulos ao ataque de fúria.

A mulher grita, diz ter câncer em estágio terminal e que é a terceira vez que comparece à loja para pegar um celular. Mesmo com a chegada de um segurança do shopping e um outro homem, que tentam acalmá-la, ela prossegue: "Vocês não vão me pagar? Não vão me pagar?", grita a mulher até cair no canto da loja e ser cercada pelos seguranças. 

Em novembro do ano passado, a mesma mulher esteve no shopping da Penha e provocou uma confusão parecida, quando estava no estacionamento e quebrou cancelas, totens e luminárias. Ela saiu do shopping antes da chegada da polícia.

O programa Balanço Geral, em novembro do ano passado, localizou a mulher. Na época, ela disse que teve o ataque de fúria porque não conseguia ser ressarcida por um problema que teve no aparelho de celular. Desta vez, ao destruir a loja, a mulher foi presa e levada para o 10º distrito policial.

Últimas