São Paulo SP multa apenas 16 empresas e 4 pessoas por falta de uso de máscara

SP multa apenas 16 empresas e 4 pessoas por falta de uso de máscara

Desde 1º de julho, Vigilância Sanitária inspecionou 7.013 estabelecimentos nas principais cidades; governo fala em grande adesão à proteção

  • São Paulo | Do R7

Uso de máscaras é obrigatório em locais públicos de SP

Uso de máscaras é obrigatório em locais públicos de SP

Ananda Migliano/O Fotográfico/Estadão Conteúdo

Nos primeiros 15 dias da obrigatoriedade do uso de máscaras em todo o estado de São Paulo, a Vigilância Sanitária estadual multou apenas 16 dos 7.013 estabelecimentos comerciais fiscalizados por descumprimento do decreto.

"Isso corresponde à estatística que já foi feita, dizendo que 97% da população está utilizando máscaras", observou a diretora do Centro de Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo, Maria Cristina Megid.

Além das empresas, quatro pessoas foram flagradas em locais públicos sem o uso da proteção individual e também foram autuadas pelos agentes. Das 20 multas aplicadas, foram nove em Botucatu, cinco em Campinas, quatro na capital e duas em Mogi das Cruzes. De acordo com o governo do estado, a fiscalização acontece com apoio dos 28 grupos estaduais de Vigilância Sanitária, em conjunto com equipes das prefeituras.

Segundo Maria Cristina, o foco dos agentes tem sido sempre a orientação sobre a importância do uso de máscaras como forma de proteção contra a covid-19.

O decreto do governador João Doria prevê multa de até R$ 5.000 para estabelecimentos comerciais que permitirem a permanência de pessoas sem máscara. A multa para pessoas físicas é de R$ 500.

Últimas