Coronavírus

São Paulo SP pede doações e empréstimos de cilindros para oxigênio

SP pede doações e empréstimos de cilindros para oxigênio

Ítem teve demanda dobrada após aumento de casos de covid-19, o que gerou "segunda onda de desafios", diz secretária estadual

Vista de caminhão com cilindros de oxigênio em Santos (SP), nesta quarta-feira (24).

Vista de caminhão com cilindros de oxigênio em Santos (SP), nesta quarta-feira (24).

HENRIQUE TRAJANO / FUTURA PRESS / ESTADÃO CONTEÚDO - 24.03.2021

O Governo de São Paulo fez na tarde desta sexta-feira (25) um apelo para que empresas e laboratórios façam a doação ou o empréstimo de cilindros para o envase de oxigênio hospitalar utilizado no tratamento de pacientes da covid-19.

A secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, disse, sobre uma possível falta de insumos, que itens como oxigênio envasado tiveram a demanda dobrada após o aumento de casos de covid-19 no País e viraram "uma segunda onda de desafios" durante a pandemia.

Segundo a secretaria, após a realização do mapeamento de demanda de oxigênio no Estado, o governo estadual irá comprar 2.000 cilindros de oxigênio, além de ter realizado um trabalho de racionamento emergencial das principais empresas consumidoras de oxigênio, que, segundo ela, reduziu o em 20% o consumo de oxigênio em outras áreas que não a da saúde, além da confirmação da doação de mais 500 cilindros de oxigênio para o Estado.

Últimas