São Paulo SP pede liberação à Anvisa para vacinar crianças entre 5 e 11 anos

SP pede liberação à Anvisa para vacinar crianças entre 5 e 11 anos

Segundo governador João Doria (PSDB) será enviado nesta quarta (3) um ofício ao órgão para liberação e autorização com urgência

  • São Paulo | Do R7

SP vai à Anvisa para pedir autorização da vacinação de crianças de 5 a 11 anos

SP vai à Anvisa para pedir autorização da vacinação de crianças de 5 a 11 anos

Breno Esaki/Agência Saúde

O governo de São Paulo pedirá a liberação à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para vacinar crianças entre 5 e 11 anos. A informação foi confirmada pelo governador João Doria (PSDB) e pela coordenadora do PEI (Programa Estadual de Imunização), Regiane de Paula, durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (3), no palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

O governo enviará nesta quarta-feira (3) um ofício para o início da vacinação contra a Covid-19 para essa faixa etária. "Na manhã de hoje, membros da nossa equipe de saúde participaram de uma reunião técnica com profissionais do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). A Drª Regiane de Paula, Coordenadora do Plano Estadual de Imunização, participou deste encontro representando o Estado de São Paulo”, disse Doria.

Na reunião, segundo explicou o governador, foi discutida a inclusão deste novo público na campanha de imunização. "São Paulo e seus 645 municípios de São Paulo têm condições técnicas para iniciar a vacinação assim que a Anvisa liberar a aplicação no país. A imunização das crianças é um importante passo para o controle da pandemia e a proteção da população", disse Regiane.

Doria disse ainda que países como Chile, Argentina e Colômbia iniciaram a vacinação de crianças. O Estado de São Paulo aplicou até o início da tarde desta quarta-feira (3) mais de 72 milhões de doses.

Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde, 83% da população já foi imunizada com pelo menos uma dose da vacina e 68,50% têm o esquema vacinal completo. Nesta semana, de acordo com a pasta, todos os adolescentes podem procurar um posto de vacinação para tomar a segunda dose.

Últimas