São Paulo SP publica edital de concessão do terraço do Edifício Martinelli

SP publica edital de concessão do terraço do Edifício Martinelli

Empresas terão 60 dias para apresentarem as propostas. Iniciativa vai viabilizar o observatório, com programa de lazer, cultura e gastronomia

  • São Paulo | Do R7

Edital de concessão do terraço do Edifício Martinelli é publicado em SP

Edital de concessão do terraço do Edifício Martinelli é publicado em SP

Reprodução Facebook

A São Paulo Urbanismo publicou no Diário Oficial nesta quinta-feira (27) o edital de concessão do terraço do Edifício Martinelli, no centro da capital. A ideia é que a empresa vencedora implante um observatório e seja responsável pela manutenção dele.

A iniciativa pretende transformar o local em um programa de lazer, cultura e gastronomia, o que, segundo a prefeitura, vai contribuir para o desenvolvimento turístico e a requalificação urbana da região central de São Paulo, por onde passam dois milhões de pessoas. Com a implantação do observatório, a expectativa é receber 160 mil visitantes por ano.

A concessão será por 15 anos e o valor ofertado na concorrência deverá superar R$ 70 mil mensais. A empresa ou consórcio será escolhido a partir de critérios comerciais, ou seja, o maior valor pago pela cessão.

O vencedor deverá destinar 4% do faturamento ao Poder Público. O valor do contrato é de cerca de R$ 46 milhões para o município, considerando o investimento em infraestrutura e os pagamentos da concessão.

Leia mais: Prefeitura de São Paulo suspende concessão do Vale do Anhangabaú

Apesar da retração econômica gerada pela pandemia, a expectativa da prefeitura é que o edital atraia diferentes interessados "em virtude do extenso tempo da concessão e visão a longo prazo dos empreendedores". Para isso, a São Paulo Negócios promoveu encontros com empresas de diversos setores como arquitetura, entretenimento e ramo alimentício.

As empresas interessadas terão agora 60 dias para apresentarem as propostas. A abertura dos envelopes será no dia 27 de outubro, às 10h, no 15º andar do edifício Martinelli. Já a assinatura do contrato deve ser oficializada em novembro.

Veja também: Justiça dá 90 dias para Prefeitura de SP abrir centros de acolhida

Observatório Martinelli

Os andares 25, 26 e 27 do Edifício Martinelli, além dos espaços comerciais localizados no térreo, na avenida São João nº 11, serão concedidos à iniciativa privada. Além do mirante, o vencedor do edital deverá manter um programa de curadoria com espaços expositivos, painéis interativos e acervos relacionados à história do edifício e da cidade para promover ações culturais. Também serão inaugurados loja, restaurante e um café.

Haverá um centro de informações turísticas e ao menos um elevador novo para a visita. O passeio vai permitir conhecer o palacete do comendador Martinelli, construído na cobertura, mas que hoje está fechado ao público.

Últimas