Novo Coronavírus

São Paulo SP recebe 2 milhões de doses da CoronaVac nesta sexta, diz Doria

SP recebe 2 milhões de doses da CoronaVac nesta sexta, diz Doria

Novas doses chegarão pelo Aeroporto Internacional de SP. O estado passará a ter 3,1 milhões de vacinas. Butantan estima 9 milhões de doses em janeiro

  • São Paulo | Do R7

SP receberá mais 2 milhões de doses da CoronaVac

SP receberá mais 2 milhões de doses da CoronaVac

Willian Moreira/Futura Press/Folhapress - 03.12.2020

O governador de São Paulo, João Doria, afirmou nesta quinta-feira (17) que o Estado recebe na sexta-feira (18) mais dois milhões de doses da vacina CoronaVac, desenvolvida em parceria entre o Instituto Butantan e a farmacêutica chinesa, Sinovac. As novas doses chegarão pelo Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, como ocorreu com as doses anteriores. Com o novo lote, o estado passará a ter 3,1 milhões de vacinas.

Leia mais: CoronaVac entra em fase final após atingir mínimo de infectados

No decorrer da semana, o estado continuará recebendo insumos para a produção da vacina. De acordo com o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, em janeiro a previsão é que o Estado tenha 9 milhões de imunizantes disponíveis a serem oferecidos à população até o dia 15 de janeiro.

Covas detalhou ainda que o Butantan informou ao Ministério da Saúde que irá oferecer 22 milhões em fevereiro e 15 milhões em março. "Esse foi o cronograma solicitado pelo Ministério da Saúde", disse o diretor do Butantan. "Vamos também dar entrada no pedido de uso emergencial no Brasil e no pedido de registro", afirmou. O ministro Pazuello, afirmou Covas, incorporou esses volumes ao Plano Nacional de Imunização. "Aguardamos que sejá formalizado nos próximos dias."

Veja ainda: Ministério confirma negociação de 46 milhões de doses da CoronaVac

O secretário de saúde Jean Gorinchteyn confirmou que o início da vacinação em São Paulo ocorrerá no dia 25 de janeiro. "Esperamos que haja uma oficialização do governo federal para a aquisição da vacina do Butantan", disse. "Estabelecemos esse prazo para não atrapalhar o rito da Anvisa, mas se houver um rito mais rápido, melhor. Nós estaremos preparados."

As taxas de ocupação das UTIS está em 61,1% em todo o Estado. Na Grande São Paulo, 66,5%. A região de Presidente Prudente, Registro e Sorocaba precisam, segundo o secretário, de mais atenção no combate ao vírus. A média diária de novos casos apresentou queda de 3% em relação à semana epidemiológica anterior. Em relação ao número de óbitos, houve, segundo o governo, um incremento de 1%. 

Leia também: Butantan envia ao governo federal proposta para fornecer CoronaVac

"Ainda não recebemos nenhuma informação oficial sobre a compra das vacinas", disse Doria. "O Ministro Pazuello informou que irá adquirir 45 milhões de doses em caráter permanente em caráter permanente, irreversível e irretratável", afirmou.

Últimas